EmotiAI conquista primeiro lugar na primeira edição do programa de pré-aceleração Startup Launch Program

A EmotiAI desenvolve uma solução de reconhecimento e análise de sinais fisiológicos para a indústria do e-Gaming. A startup consegue 2.500 euros de prémio financeiro e serviços de apoio ao desenvolvimento da primeira versão do seu produto.

A EmotiAI sagrou-se vencedora desta primeira edição do Startup Launch Program, um programa desenhado para ajudar a compreender melhor o problema que as equipas estão a resolver e validar e definir o seu modelo de negócio.

Ao pódio, juntam-se a PetLook e a Sea Sensors, para os 2º e 3º lugares respetivamente, as quais terão também serviços de apoio ao desenvolvimento dos seus produtos. A PetLook é uma plataforma digital para gestão de hotéis veterinários e interação entre animais de estimação e donos. Já a Sea Sensors desenvolve sensores de medição de variáveis marítimas, aplicáveis em aquacultura.

Ao todo, entraram neste programa vinte e quatro projetos sem modelo de negócio definido e ainda sem clientes, doze dos quais foram selecionados para continuarem o desenvolvimento das suas ideias. Ao longo de um mês, estes projetos das áreas da economia digital, tecnologias médicas ou nanotecnologias, passaram por um Bootcamp de seleção e sessões de trabalho, culminando ontem num evento de apresentação final dos projetos.

O Startup Launch Program é uma iniciativa promovida pela Startup Braga/InvestBraga, no âmbito do projeto UP Cávado Empreendedorismo, cofinanciado pelo Norte 2020, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

 

 

Ler mais
Recomendadas

“Sector da saúde e tecnologia podem e devem andar de mãos dadas”, afirma startup de ortodontia

“Pela proximidade a Espanha, Portugal era a escolha óbvia para crescermos e foi para nós um passo muito importante para consolidarmos a nossa presença no mercado e o nosso posicionamento enquanto uma cadeia internacional de clínicas especializadas em ortodontia invisível”, destaca a co-fundadora Diliara Lupenko.

Fundo 5G da NOS já identificou mais de 100 oportunidades de investimento

‘Telecom’ liderada por Miguel Almeida tem um fundo com dez milhões de euros para investir em pequenas empresas com projetos no 5G. Oportunidades identificados de realidade virtual, cibersegurança ou IoT têm aplicabilidade nas áreas da Indústria, retalho ou saúde.

Hub Criativo do Beato cria laboratório para promover sustentabilidade ambiental

A execução do projeto “Living Lab” tem duração de três anos, estando previsto terminar em 2024, e intervém em quatro áreas consideradas prioritárias: energia, edifícios, mobilidade e economia circular/ambiente. O investimento é de cerca de 2 milhões de euros.
Comentários