EmotiAI conquista primeiro lugar na primeira edição do programa de pré-aceleração Startup Launch Program

A EmotiAI desenvolve uma solução de reconhecimento e análise de sinais fisiológicos para a indústria do e-Gaming. A startup consegue 2.500 euros de prémio financeiro e serviços de apoio ao desenvolvimento da primeira versão do seu produto.

A EmotiAI sagrou-se vencedora desta primeira edição do Startup Launch Program, um programa desenhado para ajudar a compreender melhor o problema que as equipas estão a resolver e validar e definir o seu modelo de negócio.

Ao pódio, juntam-se a PetLook e a Sea Sensors, para os 2º e 3º lugares respetivamente, as quais terão também serviços de apoio ao desenvolvimento dos seus produtos. A PetLook é uma plataforma digital para gestão de hotéis veterinários e interação entre animais de estimação e donos. Já a Sea Sensors desenvolve sensores de medição de variáveis marítimas, aplicáveis em aquacultura.

Ao todo, entraram neste programa vinte e quatro projetos sem modelo de negócio definido e ainda sem clientes, doze dos quais foram selecionados para continuarem o desenvolvimento das suas ideias. Ao longo de um mês, estes projetos das áreas da economia digital, tecnologias médicas ou nanotecnologias, passaram por um Bootcamp de seleção e sessões de trabalho, culminando ontem num evento de apresentação final dos projetos.

O Startup Launch Program é uma iniciativa promovida pela Startup Braga/InvestBraga, no âmbito do projeto UP Cávado Empreendedorismo, cofinanciado pelo Norte 2020, Portugal 2020 e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

 

 

Recomendadas

Farol, a primeira aceleradora de startups para combater a escravatura moderna

A aceleradora que integra o Pacto Global da ONU está à procura de 15 empresas tecnológicas ou ONG com boas ideias para, durante seis meses, entrarem num programa que pretende responder aos ataques aos Direitos Humanos.

Clarke Modet assessora propriedade industrial de startup da Trofa eleita a melhor do mundo

A Magnevane, distinguida internacionalmente pela Unicorn Battle Cup Finals, encarregou o grupo ibérico dos registos da avaliação económica de patentes e da marca.

Ophiomics é a primeira empresa portuguesa a receber verbas do fundo do European Innovation Council

Ophiomics assegurou um investimento de um milhão de euros do fundo do European Innovation Council, no âmbito do programa-quadro Horizonte Europa, que é uma continuação do Horizonte 2020. Biotecnológica portuguesa é uma das 75 PME europeias mais “promissoras” para Bruxelas.
Comentários