Empresa 360imprimir fecha ronda de investimento de 32 milhões de euros

A ronda de financiamento (Série C) foi co-liderada pela Indico Capital Partners e BEI, tendo contado ainda com o apoio da Iberis Capital, LeadX, Omnes Capital e Pathena.

A tecnológica portuguesa 360imprimir/Bizay, que criou um inovador marketplace de produtos de customizados, anunciou esta quinta-feira que fechou uma ronda de financiamento Série C de 32 milhões de euros, perfazendo um total de mais de 54 milhões de euros captados desde que foi criada, em 2013.

O investimento, que visa acelerar o crescimento da startup e consolidar a sua posição internacional, teve por trás dois nomes principais: a sociedade Indico Capital Partners e o Banco Europeu de Investimento (BEI).

A ronda contou ainda com a Iberis Capital e os investidores ‘da casa’ LeadX Capital Partners, Omnes Capital e Pathena, que auxiliarão a empresa – que está presente em 21 geografias na Europa e América – a posicionar-se mais no estrangeiro e a atingir os 100 mil produtos disponíveis na plataforma online. Em causa estão produtos de merchandising, packaging e consumíveis, business essentials, decorações ou uniformes, por exemplo.

“A crise sanitária atual acelerou a mudança para a compra online de produtos customizados a preços reduzidos. A nossa plataforma será um facilitador determinante para que os negócios possam recuperar mais rapidamente. Estamos totalmente confiantes no alcance das metas que nos permitam entrar num novo nível de ambição global”, diz o CEO, Sérgio Vieira, em comunicado enviado à imprensa.

A empresa fundada por Diogo Silva, João Matias, Jorge Correia, José Salgado, Pedro Gaspar e Sérgio Vieira “está a entrar numa nova fase de crescimento”, segundo Stephan Morais, managing general partner da Indico. O investidor acredita que esta ronda permitirá à 360imprimir/Bizay “consolidar a sua presença na Europa e permitir que aproveite a oportunidade que surgiu com a mudança de mentalidades para a compra online de produtos personalizados para pequenas e médias empresas”.

O banco de investimento Torch Partners foi o assessor financeiro da 360imprimir nesta operação.

Ler mais
Relacionadas

Supermercados ‘online’ ganham fãs em Portugal. Há mais um operador no mercado

A última novidade em Portugal nesta matéria é o 360hyper.pt, um supermercado totalmente ‘online’ onde o consumidor pode encontrar produtos de mercearia, frescos, lacticínios, congelados, puericultura, entre outros.

Tecnológica 360imprimir quer ter 20 mil tipos de produtos personalizáveis até ao final do ano

Depois dos tradicionais cartões-de-visita e blocos de notas com logos das empresas, a “Amazon dos produtos customizados para PME” vai ter novas gamas de produtos à venda, desde embalagens de logística a ‘amenities’ para hotéis. Desde 2013, a ‘scale-up’ portuguesa investiu mais de 10 milhões de euros em Investigação & Desenvolvimento. “Produzimos por mês 100 mil encomendas e fazemo-lo remotamente, agregando múltiplas encomendas e diminuindo os custos”, refere o cofundador José Salgado ao Jornal Económico.
Recomendadas

Circulação entre concelhos proibida ao fim de semana. Lojas fecham às 20h durante a semana e às 13h ao sábado e domingo

António Costa anunciou hoje as medidas aprovadas pelo Governo para endurecer o atual Estado de Emergência.

Proibida a venda ao postigo de todo o tipo de bebidas nos cafés

O Conselho de Ministros esteve hoje reunido para aprovar novas medidas no âmbito do Estado de Emergência.

CIP pede “confinamentos mais racionais e inteligentes”

A Confederação Empresarial de Portugal quer mais testes à Covid-19 e o reforço da oferta de transportes públicos “para evitar a aglomeração das pessoas”. Esmagadora maioria das empresas portuguesas disse à confederação patronal que os apoios do Estado estão aquém das necessidades.
Comentários