Empresa pública suíça Axpo compra a portuguesa Goldenergy

A Axpo fica com 100% do capital da portuguesa Goldenergy, depois de ter entrado com uma participação de 25% em 2015. Os restantes 75% pertenciam ao grupo Dourogas.

A empresa pública suíça Axpo acordou a aquisição da totalidade do capital da Goldenergy, o terceiro maior comercializador de energia em Portugal, ao grupo Dourogás. A assinatura do acordo, que aguarda aprovação do regulador, ocorreu a 25 de setembro.

A Axpo fica assim com 100% do capital da portuguesa Goldenergy, empresa comercializadora de gás natural e eletricidade em regime de mercado que nasceu há dez anos. A empresa suíça entrou com uma participação de 25% na Goldenergy, em 2016, e após os últimos anos terem sido de gestão de conjunta, a Axpo indicou, em comunicado, que a aquisição pretende “fortalecer a sua presença no mercado português de energia”.

O acordo de compra e vende contempla manutenção da totalidade dos postos de trabalho e a manutenção da sede em Portugal, de acordo com a Dourogás.

“Iremos prosseguir o caminho de crescimento no mercado português assentando a nossa estratégia comercial na qualidade, no preço baixo e num mix de fontes energéticas cada vez mais amigas do meio-ambiente, renováveis e sustentáveis”, afirmou Miguel Checa Rodriguez, administrador delegado da Axpo em Portugal, em comunicado.

Por seu lado, o grupo Dourogás pretende usar a operação para reorientar a estratégia na atuação no mercado nacional da energia, permitindo consolidar as operações de investimento em curso nas redes de distribuição em 18 municípios nos distritos de Vila Real e Bragança.

“É um orgulho ter concebido, criado e desenvolvido a Goldenergy, desde o momento zero. Este é, contudo, o momento de permitir que a empresa siga o seu próprio rumo e outro modelo de afirmação e desenvolvimento, agora com um novo acionista único, que tem um plano de crescimento para a empresa e que se comprometeu a salvaguardar todos os postos de trabalho”, acrescentou Nuno Afonso Moreira, CEO do grupo Dourogás.

[Notícia atualizada às 14 horas com comentários]

Ler mais
Relacionadas

ACP e goldenergy anunciam “o melhor preço da eletricidade no país”

Os sócios ACP irão dispor de um gestor de serviços personalizado em todos os canais e serviços de apoio da goldenergy.

Livre ou regulado? ERSE esclarece quem tem ofertas mais económicas na conta de eletricidade

A oferta comercial de eletricidade, tanto mono como dual, de menor preço é sempre mais competitiva do que a tarifa regulada, esclarece o regulador.

Goldenergy admite baixar preços da luz para clientes que voltem ao mercado regulado

O fornecedor de eletricidade do mercado liberalizado anunciou esta sexta-feira que considera importante “ir ao encontro da decisão aprovada este ano pelo Parlamento”.
Recomendadas

Fundação Berardo gasta 1 milhão de euros em atividades de cariz social e tem um passivo de 998,5 milhões

De acordo com o relatório e contas da Fundação José Berardo de 2017, consultado pela Lusa, a IPSS do empresário madeirense conhecido por Joe Berardo, sediada no Funchal, gastou 1,041 milhões de euros nos “fins estatutários” da instituição, ou seja, caritativos, educativos, artísticos e científicos.

Spiros Martinis Spettel será o primeiro CEO da parceira entre EDP e Engie

Mandatos na nova ‘joint venture’ vão durar três anos. No primeiro, é a EDP Renováveis a nomear o CEO, enquanto a Engie escolhe o ‘chairman’ e o COO, enquanto no seguinte será ao contrário.

Cabo Verde recompra 40% da CV Telecom e põe fim ao litígio com a PT Ventures

O Estado cabo-verdiano e a empresa detida pela brasileira Oi assinaram esta terça-feira, na cidade da Praia, o acordo que acaba com o contencioso existente entre as duas entidades.
Comentários