Premium“Empresas da Zona Franca estão a reagir bem ao novo regime”

TPMc trabalha com 160 empresas que estão instaladas na Zona Franca. Diretora geral diz que o novo regime, que entra em vigor no próximo ano, está a ser encarado de forma “positiva” pelos clientes internacionais.

A TPMc nasce em 1995 através de quatro sócios, com origem na Suíça, Itália e Inglaterra. Atualmente representa cerca de 160 clientes, estando a sua atividade cem porcento ligada ao Centro Internacional de Negócios (CINM), vulgarmente conhecido como Zona Franca.

“A empresa nasce pela necessidade de o mercado ter uma empresa que ajudasse a cumprir as obrigações de contabilidade e que também orientasse em tudo o resto. Desde a parte administrativa, emissão de faturas, contratação de pessoas, formação das pessoas em termos administrativos, na parte legal. Tudo o que uma sociedade necessita para trabalhar normalmente todos os dias. Porque, na prática, as sociedades da Zona Franca são sociedades normalíssimas, que trabalham diariamente, como todas as outras, e que têm necessidade de fazer todas as diligências como qualquer outra sociedade”, explica Tânia Castro, diretora-geral da TPMc.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor. Edição do Económico Madeira de 4 de outubro.

Recomendadas

PremiumPrograma de Governo prevê primeiros passos para desenvolver sistema fiscal próprio

O programa de Governo prevê redução gradual do IRC e IRS, desde que não comprometa consolidação orçamental, e o estudo da baixa do IVA.

PremiumPortugal em contraciclo numa economia “à beira da recessão”

Bruxelas ficou surpreendida com o desempenho português no primeiro semestre de 2019. No entanto, o abrandamento na Europa leva Pierre Moscovici a pedir mais investimento público à Alemanha.

PremiumEspanhóis vão a votos de calculadora na mão

A única certeza do ato eleitoral de domingo é que o PSOE o ganhará. Daí a que os socialistas venham a formar governo vai um longo caminho, recheado de incertezas. O Vox pode fazer a diferença.
Comentários