Encontrar emprego nas redes sociais: LinkedIn é o mais importante, Twitter é quem mais cresce

Devemos utilizar as redes sociais para procurar emprego? Sem dúvida. No entanto, há que ter em atenção que existem redes sociais especializadas para este efeito e outras cujas ofertas podem não ser tão fiáveis. Conheça as dicas para ser bem sucedido.

Cristina Bernardo

Facebook, LinkedIn e Twitter são as redes sociais com mais implementação em Portugal e no que toca à procura de emprego, já são ferramentas essenciais. De acordo com o estudo da empresas de recursos humanos, Adecco, é possível constatar que cada rede social oferece um diferentes ferramentas na pesquisa por um novo emprego.

É nos grupos de Facebook que mais se encontram anúncios de oferta de emprego para trabalhar através de casa (que podem ser encontrados través de grupos e páginas pesquisáveis com a keyword “emprego”), mas esses poderão não ser fiáveis, de acordo com o estudo com Adecco.

A empresa de recursos humanos afirma, sem surpresa, que “o mais importante dos canais das redes sociais é o LinkedIn”. Esta plataforma pode ser equiparada a um currículo no formato online, onde deve estar escrito que “está a procurar activamente trabalho” para que as empresas que encontrarem o perfil possam avaliar se é o candidato ideal para o lugar vago. As competências e os trabalhos já realizados devem ser colocados para que o recrutador se interesse pelo que é capaz de fazer.

No entanto, a rede social que mais está a crescer quando se trata de procurar emprego é o Twitter. A Adecco confirma que a capacidade de “partilhar tweets” é um dos aspectos positivos nesta rede, uma vez que pela quantidade de partilhas vai determinar o número de pessoas a quem a mensagem chega.

Há um aspecto comum que todos os perfis das redes sociais devem ter. “Seguir realmente quem interessa” é o conselho que a empresa dedicada aos recursos humanos faz, como seguir empresas e responsáveis do setor em que se ambiciona estar. As hashtags, apesar de estarem em decadência, ainda são uma boa forma de organizar a área geográfica e o emprego que deseja, para que seja mais fácil encontrar o que procura.

Recomendadas

Veja os países da União Europeia onde os preços das casas mais subiram em 2018

Segundo o Eurostat, Portugal foi o país da União Europeia onde se verificou uma maior subida dos preços da habitação no ano passado.

Consultar o livrete dos carros vai passar a ser mais fácil. Conheça o novo Documento Único Automóvel

O novo DUA entra em vigor em 01 de agosto e aplica-se, numa primeira fase, a novas matrículas, e em 2020 a todos os veículos.

Governo estima atribuir 156 mil novas pensões este ano

Os dados foram avançados por Mário Centeno na Comissão do Trabalho e da Segurança Social, em resposta a críticas dos deputados sobre atrasos na atribuição de pensões.
Comentários