Ensaios iniciais da Johnson & Johnson mostram resposta imune em 98% dos participantes

O fármaco, disponível no formato de uma ou duas tomas, já avançou esta semana para a fase 3 dos ensaios clínicos, pelo que os especialistas avisam que estes resultados preliminares ainda são de interpretação limitada.

Reuters

A Johnson & Johnson adiantou esta sexta-feira que os resultados preliminares das fases iniciais de teste à sua vacina contra a Covid-19 mostraram pacientes a desenvolver fortes cargas antivirais, reporta a Reuters.

A vacina de toma única, ao contrário dos fármacos para o mesmo fim desenvolvidos pelas concorrentes Moderna e Pfizer, mostrou que 98% dos participantes desenvolveram uma resposta que conferiu imunidade à doença 29 dias após a vacinação. Os ensaios, no âmbito das fases 1 e 2 de testagem, incluíram cerca de mil adultos saudáveis nos EUA. No entanto, a baixa percentagem de idosos nos ensaios não permite ainda tirar conclusões robustas sobre a aplicação da vacina neste grupo de risco, ressalva a Reuters.

A empresa já avançou com a fase 3 dos ensaios, que envolverá 60 mil participantes. A expetativa é que os resultados estejam disponíveis no final do ano ou no início de 2021. Os resultados publicados esta sexta-feira não foram sujeitos a uma revisão por pares.

Recomendadas

Alphabet com lucros de 11,25 mil milhões de dólares num terceiro trimestre em que receitas voltaram a crescer

Vindos do primeiro trimestre com uma diminuição de receitas na história da companhia, a empresa-mãe da Google volta agora em força, em parte empurrada pelas verbas associadas à publicidade.

Facebook aumenta lucro no terceiro trimestre impulsionado pela publicidade

A rede social também revela que conseguiu diminuir para metade as despesas relacionadas com “geral e administração”, em grande parte devido ao encerramento de escritórios um pouco por todo o mundo, acompanhando a tendência do teletrabalho.

Amazon com lucros 6,3 mil milhões de dólares, acima das previsões dos analistas

A empresa do homem mais rico do mundo conseguiu lucros e receitas acima das projeções dos analistas, sendo que, para o último trimestre do ano, a empresa antecipa resultados ainda mais fortes, naquela que é uma das maiores ganhadoras na pandemia.
Comentários