Ensino Superior destina 7% das vagas para emigrantes e familiares

O concurso nacional de acesso ao ensino superior, cuja primeira fase arranca a 7 de agosto, tem 3.599 vagas para emigrantes, disponibilizadas por 107 instituições em cerca de 5.000 cursos.

Existem 3.599 vagas exclusivamente destinadas a emigrantes portugueses e familiares que com eles residam ao abrigo do programa “Estudar e Investigar em Portugal 2020”, anunciou o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O número representa 7% das vagas disponibilizadas pelo concurso nacional de acesso, devendo as candidaturas a este contingente especial ser apresentadas na primeira fase do concurso, que decorre entre 7 e 23 de agosto.

As vagas são disponibilizadas por todas as universidades e institutos politécnicos, num total de 107 instituições em cerca de 5.000 cursos.

As oportunidades têm sido divulgadas junto das comunidades portuguesas e lusodescendentes, no âmbito do Programa “Estudar e Investigar em Portugal”, uma iniciativa do Governo, que conta com o envolvimento da Direção-Geral do Ensino Superior, do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, e das instituições de ensino superior.

O MCTES destaca um aumento de 52% no número de emigrantes e lusodescendentes colocados pelo concurso nacional de acesso, nos últimos dois anos.

Além do contingente que integra o concurso nacional de acesso, os emigrantes podem aceder ao ensino superior se tiverem concluído o ensino secundário no país de acolhimento através da via profissionalizante ou optem por um curso técnico superior profissional (CTSP) num politécnico, com possibilidade de posterior ingresso em licenciatura ou mestrado integrado.

Ler mais
Recomendadas

Cabo Verde: dez mil trabalhadores do turismo deverão receber vacina na primeira fase

Olavo Correia, também titular da pasta das Finanças, fez essas declarações durante um encontro com os empresários locais, de diferentes áreas de atuação, micro, média e pequenas empresas, num dos hotéis da cidade turística de Santa Maria.

Vida dos bolseiros do Instituto Camões ficou mais difícil nos PALOP e em Portugal

Em 2020, o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, atribuiu 216 bolsas internas, na sua maioria licenciaturas, mas também do ensino secundário e mestrado.

África com mais 932 mortes por Covid-19 registadas em 24 horas

África registou nas últimas 24 horas mais 932 mortes por covid-19, alcançando um total de 77.684, e 30.855 novos casos de infeção, segundo os últimos dados oficiais da pandemia no continente
Comentários