Escândalo nos EUA: celebridades compram entrada dos filhos nas melhores universidades

Revelado esquema de corrupção universitária que permitia a entrada de filhos de pais abastados (e famosos) em universidades de elite, como Yale, Georgetown e Stanford, a troco de subornos milionários.

As atrizes Lori Loughlin e Felicity Huffman estão entre os cerca de 50 suspeitos de fazer parte de um esquema de corrupção universitária, que permitia que os filhos de pais abastados entrassem em universidades de elite, incluindo Yale, Georgetown e Stanford a troco de subornos milionários. Ambas as atrizes foram formalmente acusadas de fraude e conspiração.

Para além dessas duas suspeitas, já foram acusados mais 33 pais bem como 13 treinadores desportivos universitários e associados de William Singer, fundador de uma consultora de admissões universitárias, Edge College & Career Network, e considerado o responsável pelo esquema. Entretanto, Singer declarou-se culpado face às acusações do FBI e esta quarta-feira, foi detido.

Lori Loughlin é acusada de pagar 445 mil euros à Universidade do Sul da Califórnia para admitirem as suas duas filhas enquanto que Felicity Huffman e o marido, o ator William H. Macy, foram acusados de subornar uma instituição no valor de 13 mil dólares disfarçado de caridade.

Os outros pais envolvidos no esquema são CEOs de diferentes empresas, agentes imobiliários, um designer e um co-presidente de um escritório de advocacia que opera à escala global. Os pais são suspeitos de fazer pagamentos entre 200 mil dólares a 6,5 milhões de dólares para garantir a admissão dos filhos.

Recomendadas

Parecer da PGR sustenta transmissão de audição a Berardo. Interesse público prevalece, diz presidente da CPI à CGD

O interesse público prevalece sobre outro tipo de argumentos que possam condicionar o escrutínio e a transparência associadas às audições da nova comissão parlamentar de inquérito (CPI) à CGD. A conclusão é do presidente da nova CPI à Caixa e está suportada num parecer do conselho consultivo da PGR que sustenta transmissão televisiva de audição a Joe Berardo. É a resposta advogado do empresário que pretende avançar com processo de violação do direito à imagem contra os deputados.

PJ faz buscas no grupo Lusíadas Saúde e no Hospital de Cascais

De acordo com informações avançadas pela SIC Notícias, em causa estão denúncias de falseamento de resultados clínicos.

Tribunal condena oito agentes da PSP no caso da Cova da Moura

O Tribunal de Sintra condenou hoje oito dos 17 polícias da Esquadra de Alfragide, concelho de Amadora, acusados de agressões e insultos racistas a seis jovens da Cova da Moura, em 2015, mas absolveu-os de racismo e tortura.
Comentários