Espetáculo em ecrã de água conta história da Madeira no Cais do Funchal

O espectáculo inclui ainda os laços que unem a Madeira a territórios como Inglaterra, Áustria e Estados Unidos da América.

Um espectáculo multimédia em ecrã de água na Marina do Cais 8, que vai incluir momentos da história da Região Autónoma, é uma das propostas para esta sexta-feira no Funchal a partir das 23h00.

A iniciativa vai fazer uma viagem por vários momentos que compõem a história da Madeira e do Porto Santo num espectáculo feito em associação com o Festival do Atlântico e as comemorações alusivas aos 600 anos do descobrimento da Madeira e Porto Santo.

“Estamos a falar de uma celebração que só faz sentido se for vivida em conjunto, com aqueles que aqui vivem mas, também, com os turistas que nos visitam e é evidente que os nossos cartazes turísticos têm vindo a cumprir essa função, integrando novos e mais atrativos conteúdos nos seus programas, como foi o caso deste espetáculo”, referiu Paula Cabaço, secretária regional do Turismo e Cultura.

O espectáculo vai incluir a projeção de imagens em ecrã de água com imagens referentes aos descobrimentos da Madeira e do Porto Santo e os laços com territórios como Inglaterra, a Áustria e Estados Unidos.

Nesta projeção vão estar momentos como “o saque do Funchal por corsários franceses”, a “Declaração da Independência dos Estados Unidos da América celebrada com Vinho Madeira”, a “presença da Imperatriz Sissi e de Winston Churchill na Madeira”, a “consagração da Autonomia político-administrativa da Região” e “os prémios arrecadados pelo turismo”.

Recomendadas

Saiba quais são as obrigações das agências de viagens

Se quiser cancelar o contrato, mas fora destas situações excecionais, o consumidor poderá fazê-lo, mas terá de pagar uma taxa de rescisão adequada, a qual, se não for prevista no contrato, deve ser justificada a pedido do viajante. Por outro lado, a agência de viagens deve reembolsar o pagamento, depois de deduzida a taxa de rescisão, no prazo de 14 dias após a rescisão.

11 entidades da Zona Franca Industrial distinguidas por boas práticas ambientais

Na entrega das distinções Susana Prada, secretária regional do Ambiente e Recursos Naturais, desafiou as empresas da Zona Franca Industrial a tornarem a economia “mais inteligente, mais eficaz e circular”.

Madeira: CDU considera “roubo à população” encerramento dos CTT no Caniçal

Edgar Silva afirmou que quem está a “roubar” direitos, tem de ser “castigado” na hora das eleições, referindo-se ao PS e PSD.
Comentários