Estado ganhou mais de 15 mil trabalhadores em 2019

O número de funcionários públicos voltou a subir no ano passado, estando atualmente nos 698.522, um crescimento de 2,2% face a dezembro de 2018.

O Estado português ganhou mais de 15 mil funcionários públicos no ano passado, totalizando agora 698.522. Este número representa um aumento de 2,2% face a dezembro de 2018, de acordo com os dados divulgados pela Direção-Geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP) esta sexta-feira, 14 de fevereiro.

“Em termos homólogos, o emprego apresentou um aumento de 2,2% (mais 15.305 postos de trabalho),distribuído essencialmente entre a administração central (2,3% correspondente a mais 11.658 postos de trabalho) e a administração local (2,0% correspondente a mais 2381)”, indica a síntese estatística da DGAEP.

A maior parte do crescimento do emprego verificou-se nas áreas da saúde e educação, incluindo o ensino superior. “O aumento de emprego concentra-se essencialmente nas Entidades Públicas Empresariais (E.P.E) do Serviço Nacional de Saúde (6.701), nos estabelecimentos de investigação e ensino superior (2.710) e nos estabelecimentos de ensino básico e secundário (1.171)”, revela o documento.

No que diz respeito aos casos das E.P.E. do Serviço Nacional de Saúde, “o aumento decorre em parte da integração do Hospital de Braga no universo das entidades das administrações públicas (mais de 2.869 postos de trabalho), o que se repercute ainda no maior número de trabalhadores nas carreiras da área da saúde”, sublinha o documento.

Recomendadas

Segurança Social regista défice de 86 milhões de euros em agosto

O saldo da Segurança Social caiu 95,8% em agosto face ao mesmo mês do ano passado, registando um défice de 85,9 milhões de euros, segundo a execução orçamental publicada esta sexta-feira pela Direção-Geral do Orçamento (DGO).
joão_leão_tomada_posse_1

Pagamentos em atraso do Estado diminuem 271 milhões de euros em agosto

Os pagamentos em atraso ascenderam a 558,8 milhões de euros até agosto, uma descida de 271,5 milhões de euros relativamente ao período homólogo e de 74,4 milhões de euros face ao mês anterior.

Queda da receita fiscal abranda em agosto para 2.270,8 milhões de euros

O Estado arrecadou menos 2.270,8 milhões de euros em impostos até agosto, correspondente a uma diminuição de 7,8% face ao mesmo período de 2019, cerca de metade da queda homóloga observada em julho, segundo a Síntese de Execução Orçamental.
Comentários