Estado ganhou mais de 15 mil trabalhadores em 2019

O número de funcionários públicos voltou a subir no ano passado, estando atualmente nos 698.522, um crescimento de 2,2% face a dezembro de 2018.

O Estado português ganhou mais de 15 mil funcionários públicos no ano passado, totalizando agora 698.522. Este número representa um aumento de 2,2% face a dezembro de 2018, de acordo com os dados divulgados pela Direção-Geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP) esta sexta-feira, 14 de fevereiro.

“Em termos homólogos, o emprego apresentou um aumento de 2,2% (mais 15.305 postos de trabalho),distribuído essencialmente entre a administração central (2,3% correspondente a mais 11.658 postos de trabalho) e a administração local (2,0% correspondente a mais 2381)”, indica a síntese estatística da DGAEP.

A maior parte do crescimento do emprego verificou-se nas áreas da saúde e educação, incluindo o ensino superior. “O aumento de emprego concentra-se essencialmente nas Entidades Públicas Empresariais (E.P.E) do Serviço Nacional de Saúde (6.701), nos estabelecimentos de investigação e ensino superior (2.710) e nos estabelecimentos de ensino básico e secundário (1.171)”, revela o documento.

No que diz respeito aos casos das E.P.E. do Serviço Nacional de Saúde, “o aumento decorre em parte da integração do Hospital de Braga no universo das entidades das administrações públicas (mais de 2.869 postos de trabalho), o que se repercute ainda no maior número de trabalhadores nas carreiras da área da saúde”, sublinha o documento.

Recomendadas

Apritel observa “com perplexidade” conclusões da Anacom sobre preços das telecomunicações

“É com perplexidade que vemos o regulador do setor fazer afirmações e retirar conclusões que não estão corretas e que não levam em conta os critérios bem fundamentados”, lê-se na nota.

Exportações dos países lusófonos para a China sobem 0,06% em 2019

As exportações dos países de língua portuguesa para a China subiram 0,06% em 2019, em comparação com o ano anterior, de acordo com os Serviços da Alfândega chineses.

PremiumEstivadores avançam para greve total para durar até ao final de março

Sindicato dos Estivadores apresentou novo pré-aviso de greve, transformando a paralisação parcial em greve geral ao trabalho no porto da capital e prolongando o prazo até ao final do mês de março.
Comentários