Este simulador pode permitir poupança de 22 euros por ano aos portugueses na fatura da luz

Muitos portugueses não sabem mas estão a usufruir de uma potência que não precisam. No Dia Mundial da Energia, a ERSE ensina os consumidores a consultar se a potência das suas habitações é a correta para os equipamentos eletrónicos.

O Dia Mundial da Energia assinala-se durante o dia de hoje, 29 de maio, e a Entidade Reguladores dos Serviços Energéticos (ERSE) encontrou uma maneira de os consumidores celebrarem este dia. A entidade lançou um novo simulador que vai permitir que aos consumidores escolherem a potência contratada mais adequada para cada caso.

De acordo com a ERSE, quando se celebra um contrato de eletricidade, a potência contratada tem um custo fixo nas faturas mensais, que varia consoante o escalão que é contratado, podendo ir de 1,15 kVA a 41,4 kVA. Com este simulador, o consumir consegue verificar em quanto é que a diminuição de escalão lhe fica, sendo que pode gerar poupanças elevadas.

Quando maior a potência contratada a que o consumidor tem acesso, maior o número de equipamentos elétricos que pode ter ligados à tomada, embora a fatura da eletricidade aumentar em consequência. Por essa razão, a ERSE explica que é importante os consumidores terem uma potência adaptada ao número de equipamentos que querem ter ligados simultaneamente.

Segundo a entidade reguladora, quando o consumidor consegue baixar o seu escalão, a poupança pode atingir os 22 euros anuais, sendo que esta mesma poupança poderá ser maior caso a potência seja reduzida até 3,45 kVA. Com a redução até este limite, o consumir consegue beneficiar da diminuição da taxa do IVA de 23% para 6%, que entra em vigor no próximo dia 1 de julho.

Por muitos consumidores desconhecerem a potência que têm instalada na sua habitação, a ERSE recomenda o seu simulador para que cada consumidor perceba se a que tem instalada em casa lhe é suficiente. Se o quadro elétrico se desliga de forma repetida, os equipamentos ligados devem ser alterados ou a potência deve aumentar, e caso o quadro nunca se desligue, o consumidor pode ponderar diminuir a potência contratada para que a poupança seja maior.

Atualmente, a potência mais frequente é a de 3,45 kVA tendo 2,8 milhões de consumidores, o equivalente a 45% dos consumidores totais. O de 6,9 kVA conta com 1,6 milhões de consumidores, que por sua vez representam 25% do total de consumidores.

A ERSE quer que este simulador seja “uma ferramenta intuitiva e de fácil utilização e que contribua para orientar os consumidores na sua escolha”. Como a mudança de escalão é realizado de forma gratuita, o consumidor apenas tem de conferir a potência de que aufere.

Confira aqui o simulador da ERSE.

Ler mais
Recomendadas

Ministra da Saúde apela a “atenção muito particular” dos organizadores e participantes em manifestações

Ministra da Saúde destaca que todos os resultados do rastreio junto dos setores da construção civil e de empresas dependentes de trabalho temporário deverá estar concluído no final desta segunda-feira. Consultas nos hospitais e centros de saúde de Lisboa, Sintra, Amadora, Odivelas e Loures podem continuar suspensas nos próximos dias.

Sabe como funciona a energia em Portugal?

Obtenha uma visão do setor energético em Portugal, da produção ao consumo eficiente da energia, passando pelo transporte e armazenamento.

Dia Mundial da Energia: a Galp na sede do ‘inimigo’

O CEO da Galp, Carlos Gomes da Silva, passou a tarde com o CEO do CEiiA, José Rui Felizardo – o petróleo por um lado, a mobilidade elétrica por outro. Inimigos? Só para os mas distraídos.
Comentários