Estes são os telemóveis mais procurados no OLX

Apple (44%), Samsung (22%) e Huawei (11%) foram as três marcas de telemóveis mais procuradas no portal entre janeiro e setembro de 2019. Conheça os modelos mais procurados.

Apple (44%), Samsung (22%) e Huawei (11%) foram as três marcas de telemóveis mais procuradas na OLX entre janeiro e setembro de 2019. Segundo um estudo do portal de anúncios classificados, Lisboa (36,8%), Porto (25,2%) e Setúbal (8%) são os distritos que mais se destacam. No ranking das palavras-chave mais pesquisadas na plataforma, apenas duas das primeiras não estão relacionadas com o iPhone. Na 7ª posição surge o termo “Samsung” e na 10ª encontra-se a palavra “Xiaomi”.

“No âmbito do lançamento do topo de gama de uma das principais marcas desta categoria, quisemos averiguar quais as tendências de procura e oferta neste segmento. E concluímos que o OLX continua a ser um parceiro bastante valioso para quem pretende desfazer-se do seu telemóvel antigo com o objetivo de juntar algum dinheiro para adquirir as grandes novidades do mercado”, afirma Andreia Pacheco, gestora de marca do OLX em Portugal.

Consulte a galeria abaixo com os modelos das marcas de telemóveis mais anunciadas e procuradas no OLX.

Recomendadas

Vai abastecer? Amanhã baixa o preço dos combustíveis

Depois de na semana passada o preço do gasóleo permanecer inalterado, esta semana desce 0,5 cêntimos, acompanhado por uma queda de 1,5 cêntimos no preço da gasolina. Saiba onde encontrar os postos mais económicos.

Apenas 21% dos portugueses reforçaram contas poupança no último ano, diz Cetelem

Os hábitos de poupança dos portugueses mantiveram-se no último ano. “Estarem atentos a promoções ou levar almoço para o trabalho são pequenos gestos que fazem já parte do dia a dia de muitos portugueses”, acrescenta o estudo.

Quem são os beneficiários da vacina contra a gripe

Algumas pessoas têm direito à vacina da gripe, disponibilizada gratuitamente no Serviço Nacional de Saúde, sem necessidade de receita médica. Para a receberem basta dirigirem-se aos centros de saúde.
Comentários