Portugal arranca defesa do título contra Hungria. 872 milhões lusos contra 74 milhões magiares (com áudio)

Seleção nacional quer começar da melhor maneira a defender o troféu conquistado em 2016, numa Puskás Arena que vai estar completamente lotada com perto de 70 mil adeptos. Quase 800 milhões de euros separam os dois conjuntos.

crédito: uefa.pt

Portugal começa esta terça-feira, 14 de junho, a defender o título de campeão da Europa conquistado em 2016. Pela frente a Seleção nacional vai ter a Hungria que pretende fazer valer o fator casa perante uma Puskás Arena com perto de 70 mil adeptos. O encontro está marcado para as 17h00.

Olhando para o valor global de mercado a diferença entre as duas seleções é gritante com clara vantagem para Portugal, cuja avaliação é de 872 milhões de euros contra apenas os 74 milhões de euros do conjunto húngaro.

Esta vai ser a segunda vez que as duas seleções se vão defrontar numa fase final de um campeonato da Europa. A primeira aconteceu precisamente em 2016, também na fase de grupos e terminou num empate a três golos que acabou por apurar a seleção portuguesa para os oitavos de final.

Frente-a-frente

Apesar de ser a figura de proa da seleção portuguesa, Cristiano Ronaldo já perdeu o estatuto de jogador mais valioso. Esse registo pertence agora a Bruno Fernandes, médio do Manchester United, cujo valor de mercado é de 90 milhões de euros. O jogador de 26 anos soma 29 internacionalizações por Portugal com quatro golo marcados e cinco assistências.

No lado da Hungria, o defesa central é quem tem o valor mais alto de mercado com 16 milhões de euros. O defesa central de 28 anos e que atua nos alemães do RB Leipzig promete ser uma das principais barreiras na tentativa de tentar travar o ataque português. Conta já com 22 internacionalizações e cinco golos apontados.

Recomendadas

Votos físicos das últimas eleições do Benfica contados este mês, diz presidente da MAG

O presidente da Mesa da Assembleia-Geral do Benfica informou hoje que os votos físicos das últimas eleições do clube serão contados este mês e que a marcação da reunião extraordinária está dependente de autorização das autoridades de saúde.

Tóquio 2020: Os lucros de ouro dos atletas mais bem pagos presentes na competição

Jogadores da NBA dominam a lista, onde cabe também tenistas e um golfista. Receitas anuais atingem perto dos 300 milhões de euros.

Jogos Olímpicos: o que se pode esperar de Portugal no atletismo

As maiores esperanças da comitiva estão depositadas em Patrícia Mamona (triplo salto), Pedro Pablo Pichardo (triplo salto), e Auriol Dogmo (lançamento do peso). A assinalar também Liliana Cá (lançamento do disco) que tem marca no top 10 mundial.
Comentários