Eurogrupo reúne esta segunda-feira com Orçamento português na agenda

O aprofundamento da União Económica e Monetária, a missão intercalar do FMI e a proposta de política económica para os países da moeda única este ano estão entre os outros pontos de agenda do encontro dos ministros das Finanças da zona euro.

Na primeira reunião deste ano do Eurogrupo, os ministros das Finanças da zona euro têm uma agenda preenchida, que inclui a análise à proposta de Portugal do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020).

“O primeiro Eurogrupo do ano está a chegar. Na segunda-feira, os ministros das Finanças irão discutir as prioridades políticas dos novos governos de Espanha, Austria e Finlândia. A política económica recomendada para a zona euro; o relatório intercalar do Fundo Monetário Internacional sobre a zona euro; e acompanharemos a agenda do aprofundamento da União Económica e Monetária”, escreveu o presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, numa publicação no Twitter.

No encontro, que arranca às 15 horas, o grupo irá “discutir a atualização do esboço orçamental de Portugal para 2020, com base na opinião da Comissão”, estando previsto um comunicado do Eurogrupo sobre o tema.

Na semana passada, Bruxelas divulgou a avaliação à proposta ao OE2020, considerando que o país corre o risco de incumprimento das regras do Pacto de Estabilidade e Crescimento (PEC). “A Comissão é da opinião que [a proposta do OE 2020] está em risco de não cumprimento com as provisões do Plano de Estabilidade e Crescimento”, segundo o documento de Bruxelas, apontando que o balanço estrutural do OE 2020 está “próximo dos objetivos orçamentais de médio prazo”.

Bruxelas considera que existe um “risco de desvio significativo do ajustamento requerido em relação aos objetivos orçamentais de médio prazo em 2019 e 2020”. O alerta tem sido repetido pelo executivo comunitário, desde 15 de outubro, quando o Governo enviou o primeiro esboço orçamental, mas manteve-se após a atualização do plano.

Em discussão no Eurogrupo estarão também as principais conclusões da missão intercalar do FMI à zona euro, assim como a proposta de política económica para os países de moeda única, apresentada a 17 de dezembro. O aprofundamento da reforma da zona euro também continua em debate, com as negociações para um Fundo de Garantia de Depósitos a manter-se como uma das questões centrais.

Ler mais

Recomendadas

FMI: distribuição desigual da vacina pode criar instabilidade em economias emergentes

“A aquisição de doses de vacina para economias de mercados emergentes e em desenvolvimento por meio de negociação direta ou através do pilar multilateral COVAX está significativamente atrasada”, avisou a instituição liderada por Kristalina Georgieva.

Antony Blinken confirmado como Secretário de Estado da administração Biden

A votação no Senado terminou com 78 votos a favor de Antony Blinken e 22 votos contra, sendo que eram apenas necessários 51 votos para o diplomata assumir o cargo.

Comissão de Trabalhadores da TAP exige auditoria independente à compra de aviões por David Neeleman

A comissão de trabalhadores da TAP também quer saber o futuro da operação de manutenção no Brasil, que consideram ser um “buraco negro” por absorver muito dinheiro.
Comentários