Euronext e Nova SBE formam parceria para receber a primeira edição do TechShare em Portugal

A segunda edição da Techshare vai ter palco na Nova SBE pela primeira vez desde o lançamento do programa em 2015, tendo como principal foco o mercado de capitais e a presença de várias empresas tecnológicas.

A Euronext e a Nova School of Business and Economics (Nova SBE) vão formar uma parceria e trazer o campus da TechShare para Portugal pela primeira vez.

A conferência vai-se realizar nos dias 15 e 16 de março no pólo da Nova SBE e conta com um programa que reunirá mais de 100 empresas de tecnologia de 8 países diferentes.

Os principais executivos destas empresas de tecnologia vão trabalhar com professores da Nova SBE em workshops de grupo sobre tópicos relacionado com negócios, incluindo estratégia de internacionalização, liderança e cultura, enquanto as empresas de ciências da vida vão apresentar cursos sobre as especificidades de financiamento e crescimento no mercado de capitais.

Além disso, os participantes vão poder participar em sessões interativas com empresários listados na Euronext, bem como a oportunidade de assistir a debates sobre gerir e otimizar as relações na comunidade financeira.

”As empresas participantes do programa representam a vibração e a diversidade do ecossistema de tecnologia na Europa e abrangem uma ampla gama de setores, incluindo biotecnologia, tecnologia médica, electrónica, hardware, cleantech, software, serviços digitais, comércio electrónico, média e tecnologia financeira”, explica o comunicado. Em média, as empresas participantes geram receitas anuais de 14 milhões de euros e recrutam 93 funcionários.

Isabel Ucha, CEO da Euronext Lisbon, explica que “estamos muito satisfeitos por receber a segunda edição do TechShare com empresas europeias promissoras na principal escola de negócios aqui em Portugal. Estas empresas, selecionadas pelo seu talento inovador e forte desempenho, representam empresas ativas nas indústrias de TMT, ciências da vida e cleanteach – e a Euronext é sem dúvida a escolha europeia para expansão e crescimento.”

 

 

Ler mais
Recomendadas

Empresas açorianas usam tecnologia para conquistar o mundo

De startups ligadas ao bem-estar animal a grupos económicos de grande dimensão, as empresas açorianas apostam no I&D para expandir negócios. O JE foi conhecer várias empresas que estão a dar cartas lá fora.

Atenção, startups e universidades. Prazo para inscrição em prémio de 1 milhão foi alargado

Ainda vai a tempo de participar na terceira edição do Prémio de Inovação IN3+, uma iniciativa promovida pela Imprensa Nacional – Casa da Moeda.

SaveCook: Como um grupo de estudantes criou uma ‘app’ de culinária com 165 euros

Feita a oito mãos por quatro alunos da Universidade Nova de Lisboa, a SaveCook disponibiliza receitas e permite partilhá-las com uma rede com mais de mil utilizadores. Esta é também uma plataforma que, à base das receitas, permite uma poupança nos supermercados.
Comentários