Europeias: 23,37% dos eleitores portugueses votaram até às 16h00

A percentagem, revelada pela Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, é inferior à registada nas últimas eleições, realizadas em maio de 2014, que, à mesma hora, se cifrava em 26,31%.

A percentagem de afluência dos portugueses às urnas para votar nas eleições para o Parlamento Europeu era, até às 16h00, de 23,37%. A percentagem, revelada pela Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, é inferior à registada nas últimas eleições, realizadas em maio de 2014, que, à mesma hora, se cifrava em 26,31%.

A afluência dos eleitores comunitários não nacionais é, no entanto superior à registada no ano passado. A afluência este ano, às 16h00, foi de 20,95% face aos 15,82% registados em 2014.

Este domingo, cerca de 10,7 milhões de eleitores vão eleger 21 deputados portugueses ao Parlamento Europeu. Os eleitores com capacidade eleitoral ativa são este ano superiores aos das eleições anteriores para o Parlamento Europeu, em maio de 2014 (9.696.481). Também o número de eleitores residentes no estrangeiro aumentou de 300 mil nas eleições em 2014 para 1.431.825.

A estas eleições concorrem 17 listas para ocupar os 21 assentos do Parlamento Europeu pertencentes a Portugal. No boletim de voto, os partidos são apresentados por esta ordem: PCTP, PDR, PAN, PS, Aliança, PNR, Nós, cidadãos!, PTP, PSD, BE, Iniciativa Liberal, MAS, CDS, PURP, Basta, LIVRE e CDU.

Em 2014, a abstenção foi de 66.09%. Apenas 33.91% de eleitores votaram nos seus representantes para o Parlamento Europeu.

Recomendadas

Reino Unido com mais 215 mortos por Covid-19 nas últimas 24 horas

O Governo mantém o seu plano de algumas escolas primárias em Inglaterra voltarem a funcionar na segunda-feira, embora alguns cientistas tenham manifestado receios de que esta reabertura seja prematura.

Jerónimo de Sousa: “Caiu por terra a teoria de que estamos todos no mesmo barco”

O secretário-geral do PCP diz que “a ilusão de que vai tudo ficar bem” “caiu por terra” com a pandemia e o encerramento de unidades educativas e critica “a medida do Governo de levar os estudantes do ensino profissional a terem de realizar uma autêntica volta pelo país para fazerem exames para os quais não foram preparados, para concorrer a meia dúzia de vagas”.

Infografia | Nove em cada dez casos novos de Covid-19 foram na região de Lisboa e Vale do Tejo

O mapa mostra, concelho a concelho, a evolução dos casos da doença nas últimas 24 horas em Portugal. O país registou mais 257 novas confirmações de infeção por coronavírus. Segundo a ministra da saúde, a região de Lisboa e Vale do Tejo representou, em média, 85% dos novos casos nos últimos oito dias.
Comentários