Exportações agroalimentares nacionais superaram 900 milhões de euros até julho

Exportações do setor nos primeiros sete meses deste ano foram superiores às importações.

As exportações no setor agroalimentar nacional cresceram mais do que as importações no mesmo setor nos primeiros sete meses de 2019.

Segundo um comunicado do Ministério da Agricultura, “os dados hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística revelam que as exportações aumentaram 3,1% relativamente ao período homólogo, um valor que fica 0,6% acima do crescimento de 2,5% das importações”.

“Estamos a vender mais do que compramos ao exterior, o que significa que estamos menos dependentes, aumentámos a nossa capacidade de autoaprovisionamento e estamos a substituir importações por produção nacional”, explica Luís Medeiros Vieira, secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, que considera “este dado muito positivo”.

O referido comunicado sublinha que, “para esta ‘performance’, contribuíram as exportações do setor hortofrutícola que, até ao mês de julho, ultrapassaram já os 900 milhões de euros, valor que corresponde a um crescimento de 11% face ao período homólogo”.

“Neste setor, há a destacar a produção da floricultura (+23%), dos pequenos frutos (+22%), dos produtos hortícolas (+21,2%) e das frutas (+12,3%)”, destaca o comunicado do Ministério da Agricultura.

“A exemplo do que sucedeu nos últimos anos, em 2019 o setor hortofrutícola está a registar um desempenho notável, especialmente ao nível das exportações”, acrescenta Luís Medeiros Vieira, salientando que “o setor agroalimentar português está a produzir mais e melhor, de forma sustentável e a exportar mais, numa dinâmica que corresponde à aposta que o Governo implementou na internacionalização da economia”.

O Ministério da Agricultura assinala ainda que, “desde que assumiu funções, este Governo já abriu 54 mercados, para 210 produtos (161 da área animal e 49 de origem vegetal) e está a trabalhar de forma intensa e empenhada na abertura de 59 mercados, para viabilização da exportação de 272 produtos, sendo 220 da área animal e 52 da área vegetal”.

Ler mais

Recomendadas

PremiumComo vamos alimentar 10 mil milhões em 2050?

O JE promoveu no passado dia 16, a conferência “Alimentar o Futuro”, marcando o arranque da 10.ª edição dos ‘Food & Nutrition Awards’. O evento contou ainda com a Sustainable Society Iniciative e o apoio da Vieira de Almeida & Associados (VdA).

Governo assegura que houve menos 70% de área ardida

Comparando os valores do ano de 2019 com o histórico dos 10 anos anteriores, assinala-se que se registaram menos 46% de incêndios rurais e menos 70% de área ardida, relativamente à média anual do período.

“A legislação está muito atrás” em relação à cadeia alimentar

O Jornal Económico assinala o Dia Mundial da Alimentação com a conferência “Alimentar o Futuro”. O evento conta com o apoio da Vieira de Almeida & Associados (VdA).
Comentários