Exposição mostra obra de Henrique e Francisco Franco

“Museu Cidade com os Irmãos Franco II” é o tema da exposição patente no La Vie, uma iniciativa do Museu Henrique e Francisco Franco.

O vice-presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Silva Gouveia, inaugurou, esta terça-feira, no Centro Comercial La Vie, a exposição “Museu Cidade com os Irmãos Franco II”, uma iniciativa do Museu Henrique e Francisco Franco, no âmbito da atividade “O Museu sai à Rua”, que tem por objetivo celebrar a obra de Henrique e Francisco Franco.

Miguel Silva Gouveia enalteceu a importância desta iniciativa, por “levar a toda a população a obra de dois artistas tão emblemáticos para o nosso país”, e sublinhou a satisfação por assistir “aos frutos da parceria que tem vindo a ser mantida com o La Vie Funchal ao longo dos últimos anos. Em termos culturais, esta tem sido uma união feliz, que traz bastante à cidade do Funchal, especialmente pela dinâmica que tem sido imprimida nestas iniciativas.”

“Sendo este um espaço público, convidativo às mais variadas faixas etárias e serviços, é importante realçar que a autarquia, ao promover iniciativas desta natureza, está também a abrir portas a que todos possam usufruir e consumir, de forma equitativa, a arte e a cultura. O executivo municipal tem vindo a assumir a democratização da cultura como um alicerce da sua estratégia cultural, e é a apoiar eventos deste carácter que o fazemos”, concluiu.

Recomendadas

O que fazer quando um crédito “desaparece” da Central de Responsabilidades

No caso de o crédito “desaparecer” da CRC não significa que a dívida deixou de existir, sendo que o consumidor mantém a sua responsabilidade perante a obrigação. Esta situação poderá ocorrer aquando da cessão de crédito (venda da dívida a terceiros), a favor de uma entidade fora do sistema financeiro, pelo que esta passa a assumir a posição de credor.

PSD quer zona franca e registo de navios incluídos em estratégia atlântica

O deputado do PSD, Paulo Neves, afirmou que o Centro Internacional de Negócios (CINM) e o Registo de Navios (MAR) são de enorme importância para o país, e por isso deveriam ser prioritários para o Governo da República.

Cafôfo defende criação de rede para apoiar crianças que saem das instituições

Paulo Cafôfo considera necessário criar redes com equipas multidisciplinares, que façam a reabilitação da família e que deem o suporte que os jovens necessitam.
Comentários