PremiumFatura Amiga da Deco tem 7.592 utilizadores (55 na Madeira)

O projeto que pretende contribuir para um consumo mais sustentável e eficiente, tem feito com que os consumidores estejam mais atentos à fatura da eletricidade.

Em território nacional, a Fatura Amiga tem 7.592 utilizadores registados, sendo 55 da Madeira, 5.164 contratos inseridos, e 5.647 faturas inseridas. A plataforma da DECO pretende ajudar os consumidores a entender melhor a fatura da eletricidade e com isso contribuir para um consumo mais sustentável e eficiente.

Entre as ações de divulgação contam-se os workshops informativos, 41 realizados em território nacional, que abarcaram 699 consumidores, sendo que o da Madeira reuniu 27. No roadshow realizado pela DECO no âmbito da divulgação da Fatura Amiga, que incluiu feiras e diversos espaços públicos, o universo de consumidores alcançado foi de 300 mil, tendo rondado na Madeira os 70 mil.

Consumidores estão mais atentos à fatura da eletricidade

A DECO sublinha que antes do lançamento da Fatura Amiga, 13% dos consumidores nunca verificavam a fatura da eletricidade, 48% faziam-no às vezes, 24% a maior parte das vezes, e 15% sempre.

Com a introdução da Fatura Amiga a Deco constatou que 4% nunca vê, 31% consulta a fatura pontualmente, 31% a maior parte das vezes e 34% sempre.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor. Edição do Económico Madeira de 7 de fevereiro.

Ler mais
Recomendadas

Teletrabalho e benefícios não financeiros vão acelerar a médio prazo

Crise do coronavírus impôs disrupção nos benefícios extrassalariais este ano. Mas o futuro passa por aí, nomeadamente por um aumento da flexibilidade nas formas de trabalhar e nas compensações.

Quanto pode poupar ao transferir o crédito pessoal para outro banco?

Caso tenha solicitado um empréstimo ao consumo em anos recentes e esteja a suportar uma TAEG elevada, sabia que poderá obter poupanças avultadas se transferir o crédito pessoal para outro banco?

Seis dicas para não cair nas fraudes de aplicações maliciosas

A empresa de software portuguesa Go4Mobility, ligada às comunicações móveis e aos serviços digitais lançou conselhos para escapar aos ciberataques que proliferam em tempos de crise como o que se vive com esta pandemia.
Comentários