Fazer compras pelo Whatsapp? Em breve, vai ser possível

Como parte da estratégia de implementação das ferramentas de e-commerce em todas as plataformas, o Facebook anunciou que, depois do Instagram, também o Whatsapp terá um catálogo de compras para pequenos empreendedores. Ainda não há data prevista para esta funcionalidade ficar disponível em Portugal.

Chris Ratcliffe/Bloomberg

O Facebook vai avançar com um catálogo de compras para a aplicação de mensagens instantâneas, WhatsApp.

Segundo a publicação no blog da rede social de Zuckerberg, esta será uma aposta para que sejam desenvolvidas ferramentas para que o serviço de e-commerce seja implementado na app. O Instagram, que também faz parte do grupo do Facebook, já tem essa funcionalidade disponível desde março.

Porém, a nova ferramenta do WhatsApp fica aquém disso, pois as transacções não vão ser realizadas na app. Mas as pequenas empresas, os principais utilizadores da aplicação WhatsApp Business, agora podem exibir uma “loja móvel” exibindo os seus produtos com imagens e preços.

Fonte: Facebook Newsroom

“Estamos a abrir o comércio como um novo capítulo”, disse à Reuters, esta sexta-feira, Amrit Pal, gerente de produtos do WhatsApp. “Ouvimos as empresas a dizerem todos os dias que o WhatsApp é onde encontram os seus clientes, em vez de enviá-los para o site”.

Nas últimas semanas, têm sido várias as novidades a chegar ao WhatsApp. Uma das que mais se destaca é a capacidade de desbloquear a app recorrendo à impressão digital do nosso dedo. Contudo, há mais e em breve chegarão novas capacidades à plataforma de Mark Zuckerberg.

Para além dos serviços prestados para comunicação que são usados diariamente por milhões de utilizador em todo o mundo, este serviço começa a ter uma forte componente corporativa. Neste sentido, a empresa lançou o WhatsApp Business com ferramentas exclusivas para empresas.

Nesta primeira onda, os catálogos estarão disponíveis apenas em sete países: EUA, Brasil, Reino Unido, Índia, México, Alemanha e Indonésia. No futuro, deverá se alargado a mais mercados.

 

Ler mais
Recomendadas

Ministro do Ambiente afirma que processo do lítio em Montalegre é “cristalino”

João Pedro Matos Fernandes afirmou que “é óbvio” que os argumentos das populações são importantes, bem com os das autarquias”, e lembrou que durante a avaliação de impacto ambiental vai decorrer uma consulta pública.

Novo Banco confirma que a venda carteira de malparado Nata II foi autorizada pelo Fundo de Resolução

O banco confirma assim a notícia avançada hoje pelo Jornal Económico. O Novo Banco já registou nas contas a venda da carteira de malparado ao fundo Davidson Kempner.

Estas são as sugestões dos gestores de marketing para impulsionar a marca Portugal

O ‘think-thank’ Portugal Agora desafiou quatro gestores de Comunicação e Marketing a apresentar medidas para divulgar o país enquanto produto/marca. “Basta tirar peso e dar suporte às empresas para que possamos atrair talento e ideias. Já existem coisas soltas, mas é preciso juntar as várias peças e criar um espaço onde se reúna tudo: uma espécie de Alentejo tecnológico”, defendeu o responsável da Novabase.
Comentários