Fenprof anuncia greve para outubro

A Federação Nacional dos Professores reafirmou esta quinta-feira que não abdica de um único dia do tempo de serviço congelado dos docentes

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) reafirmou esta quinta-feira que não abdica de um único dia do tempo de serviço congelado dos docentes e anunciou uma greve e uma manifestação nacional para outubro.

Na primeira conferência de imprensa após as férias, o secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, explicou que a manifestação será a 05 de outubro, com a greve a acontecer em data a acordar com outras estruturas sindicais, com as quais se reúne já na sexta-feira.

A greve e manifestações, salientou Mário Nogueira, dependerão das respostas do Governo na reunião marcada para 7 de setembro.

Mas hoje Mário Nogueira já avisou: “Não estamos disponíveis para manobras dilatórias. Não vamos estar mais um ano em compromissos e textos. Já demos para esse peditório”.

Recomendadas

MUBi defende que Estado deve fazer “Investimento significativo” na mobilidade

Segundo a nota de imprensa, em linha com a recomendação da Assembleia da República ao Governo, a MOBi considera “essencial a priorização e aceleração da execução da Estratégia Nacional para a Mobilidade Activa Ciclável 2020-2030 (ENMAC 2020-2030) e da prossecução dos seus objetivos, em resposta à crise da pandemia de covid-19”.

Portugal regista mais 4.007 casos e 39 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

As autoridades sanitárias contabilizaram mais 2.831 altas nas últimas 24 horas, elevando para 80.280 o número total de pessoas livres do vírus.

Novo surto em lar do concelho do Fundão com 30 infetados

Segundo o comunicado, os utentes que testaram positivo estão assintomáticos e não inspiram cuidados de saúde especiais encontram-se numa área separada dos restantes utentes.
Comentários