PremiumFernando Gomes: “Deveríamos conseguir baixar custos salariais em cerca de 15 milhões”

“Até agora, não houve um apertar do cinto, um emagrecimento dos custos na estrutura do futebol (…) foi pelas mais-valias da venda de jogadores que estamos a conseguir sair desta situação delicada”

Os últimos tempos têm sido, finalmente, de boas notícias financeiras para o FC Porto: resultados positivos no primeiro semestre do exercício 2020/21; mais de 73 milhões arrecadados na Liga dos Campeões; antecipação do pagamento do empréstimo obrigacionista adiado no ano passado – a que se seguirá nova ida ao mercado. Excelentes novas para um clube que nos últimos anos tem estado, e ainda está, debaixo do acompanhamento financeiro da UEFA (através do mecanismo conhecido como ‘Fair Play’ financeiro), situação agravada pelo exercício de 2019/20, em plena pandemia, que se fundiu com o não apuramento para a Liga dos Campeões: 116 milhões de euros de prejuízo nessa época.

Fernando Gomes, vice-presidente do clube e administrador da SAD do FC Porto responsável pela área dos números, explica ao Jornal Económico as mais recentes opções do mundo azul-e-branco, nomeadamente no que respeita aos empréstimos obrigacionistas (dois, de 35 milhões cada) que a SAD do FC Porto se preparar para resgatar para depois renovar, melhorando o juro (4,75%).

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Sporting CP. Estes são os oito jogadores que mais valorizaram esta temporada

Dos oito jogadores que mais valorizaram, cinco foram formados no Sporting CP. Saiba quem são.

Sporting CP. Plantel valorizou 21% esta época. Entrada direta na Champions rende 23 milhões

O talento da formação foi uma das grandes apostas do Sporting CP para a presente temporada, algo que suscitou desconfiança por parte dos analistas do futebol, por considerarem que o “fosso” para os rivais era demasiado grande para ser combatido com jogadores jovens. Mas Rúben Amorim, também ele um jovem treinador, não só discordou de tais afirmações, como colocou em prática aquilo que sempre foi a estratégia dos ‘leões’ desde a criação da Academia, em 2002.

De Rúben Amorim a Paulinho passando por Nuno Mendes. Os números do Sporting CP campeão

Começou com 3% de preferências dos apostadores e termina a temporada como campeão. Os ‘leões’ comandados por um dos treinadores mais caros da história do futebol europeu exibem vários números que merecem análise. Conheça alguns dos dados do novo campeão nacional.
Comentários