FIFA ouviu as 204 federações de futebol sobre Mundial de dois em dois anos

A ideia, controversa e já contestada a vários níveis, é passar a frequência do Mundial de quatro para dois anos a partir de 2028, contrariando uma calendarização que vem desde 1930, para os homens, e desde 1969, para as mulheres.

A FIFA ouviu hoje as federações nacionais sobre a proposta do Mundial de futebol de dois em dois anos e promete para novembro um relatório exaustivo sobre o assunto e a realização de uma “cimeira global” até ao fim do ano.

Para o presidente do organismo, Gianni Infantino, esta auscultação ‘online’ foi o arranque do “mais inclusivo e minucioso processo de consulta que o mundo do futebol jamais viu, numa base global”.

A ideia, controversa e já contestada a vários níveis, é passar a frequência do Mundial de quatro para dois anos a partir de 2028, contrariando uma calendarização que vem desde 1930, para os homens, e desde 1969, para as mulheres.

A partir de Zurique, Infantino, acompanhado por Arsène Wenger, responsável pelo Desenvolvimento Global do Futebol, e Jill Eliss, que lidera o Grupo Técnico para o Futebol Feminino, fez uma apresentação detalhada dos novos projetos da FIFA.

Uma outra ideia na mesa é alterar o calendário das fases de qualificação, para minorar as viagens, com janelas de jogos mais alargadas em agosto, setembro e outubro.

Para o futebol jovem, a FIFA apresenta dois cenários: um torneio sub-17 anual para 48 equipas e um torneio bienal sub-20 para 24 equipas, ou então torneios sub-16 e sub-18 anuais para 48 equipas e um torneio sub-20 bienal para 24 equipas.

“Foi um passo importante no processo de consulta, que deu aos membros do Conselho da FIFA e aos mais de 200 associados a possibilidade de fazerem propostas, formular perguntas e debater questões de forma aberta e transparente”, sintetizou Infantino.

“Teremos oportunidade de dar forma à história do futebol, olhar em frente, aprender com o passado e desenhar o futuro, porque a nossa visão é fazer com que o futebol seja verdadeiramente global. Mas só faremos mudanças se isso beneficiar todos Se assim não for, não há razão para mudar, se o mundo global do futebol não ficar melhor. Estamos conscientes dos diferentes riscos que isto acarreta”, disse ainda.

Relacionadas

Mundial de futebol de dois em dois anos. Bruxelas alerta FIFA para não ceder “apenas aos interesses comerciais”

Margaritis Schinas, vice-presidente da Comissão Europeia, afirmou esta quinta-feira que partilha “plenamente as dúvidas das federações nacionais de futebol europeias” sobre a possibilidade de um Mundial de dois em dois anos.

“Jogo Económico”. “Mundial a cada dois anos irá banalizar a competição? Poder do dinheiro não se importa com isso”

O Mundial de dois em dois anos parece ser a solução para que a FIFA possa fazer frente a uma quebra de receitas de mais de 100 milhões que se espera até ao Mundial do próximo ano. Veja a análise a este tema por parte do painel do programa da plataforma multimédia JE TV.

Mundial de futebol de dois em dois anos. Ligas europeias rejeitam ideia da FIFA

Esta organização que reúne as ‘Big5’ e mais oito Ligas (entre as quais a Liga portuguesa), mostrou total oposição à ideia de Gianni Infantino, presidente da FIFA. “Opomo-nos firme e unanimemente a qualquer proposta para que o Mundial da FIFA tenha lugar a cada dois anos”.
Recomendadas

PremiumAbel bicampeão. Isto sim, não se voltará a ver nos próximos 50 anos

Daqui a 50 anos, vão lembrar-se que foi um português que conquistou a Libertadores”. Na véspera do último dia de 2019, Jorge Jesus era exultado pelo país futebolístico, levado “em ombros” por uma onda mediática de enormes proporções (horas e horas de diretos e peças jornalísticas).

Milhões da Champions, empréstimo obrigacionista e compra de dívida: que impacto nas contas do Sporting? Veja o “Jogo Económico”

O Sporting é, neste momento, o clube português que mais lucrou na Liga dos Campeões: 45,01 milhões de euros dos 130,9 milhões ganhos por clubes portugueses nesta Liga. Que impacto pode ter o empréstimo obrigacionista e a compra da dívida nas contas da SAD. Tudo para ver na edição desta semana do “Jogo Económico”.

14 Sports Law eleita melhor firma de direito desportivo na Península Ibérica

Empresa sediada no Porto representou, entre outros casos o Santos FC contra o FC Barcelona, na transferência do jogador Neymar Jr.
Comentários