Fique a saber que opções tem caso queira trocar um artigo

Não se esqueça de guardar todos os talões, comprovativos ou recibos. Assim, tem as ofertas todas acauteladas e pode, ainda, fazer as suas contas.

Decidiu arriscar na lista de presentes para a família e comprou artigos que podem ser repetidos ou não ter o tamanho correto?

Saiba como agir para mais tarde poder trocar.

Se o artigo não estiver em condições, a reparação ou a troca, a redução adequada do preço e a resolução do contrato com a respetiva devolução do montante pago são situações prevista na lei das garantias (recordamos que, no caso de bens móveis, é de 2 anos). Logo a troca parece ser tarefa fácil. Mas como tratando-se de um presente, talvez não tenha consigo o comprovativo da compra ou o recibo, há solução: na ausência desse comprovativo, têm para o ajudar na prova o talão de Multibanco, que indica o nome, a morada e o número de contribuinte do estabelecimento comercial, o dia e a hora da compra, o terminal de pagamento automático, o número da transação e o número da mensagem.   Apresenta também o número do comerciante, o nome do consumidor, número do seu cartão Multibanco e da entidade emissora e o montante.

Contudo, se pagou o presente em dinheiro, é mais difícil provar o pagamento e exigir a troca ou a devolução do dinheiro.

Se o artigo não apresenta qualquer defeito, o processo de troca ou devolução não será tão fácil. Neste caso, o comerciante não é obrigado a trocar o artigo, na verdade, a maioria dos comerciantes efectuam as trocas por cortesia.

Portanto, convém, durante o ato de compra, conversar com o vendedor, colocando a hipótese de o presente não ser o “tal”, providenciando desde logo a troca ou devolução do artigo. Raros serão os casos em que esta condição não é aceite, sendo comum na maioria dos estabelecimentos comerciais a prática de emitir um talão sem preço, que pode juntar ao próprio presente.

Não se esqueça de guardar todos os talões, comprovativos ou recibos. Assim, tem as ofertas todas acauteladas e pode, ainda, fazer as suas contas.

Informe-se dos seus direitos.

Procure-nos em: DECO MADEIRA está à sua espera na Loja do Munícipe do Caniço, Edifício Jardins do Caniço loja 25, Rua Doutor Francisco Peres; 9125 – 014 Caniço; deco.madeira@deco.pt

Ler mais
Recomendadas

Vai ser fiador de um empréstimo? Saiba como evitar um desastre financeiro

A figura jurídica do fiador, requisitada muitas vezes pelas instituições financeiras para crédito pessoal, automóvel e à habitação, acarreta, como expectável, mais deveres do que direitos. Isto porque, caso o devedor não pague a dívida que contraiu, ao fiador será requisitado que entre com capital, ou pior: património.

Simulações. Sabe quanto vai descontar de IRS em 2020? Quem ganha até 659 euros mensais fica isento

O Governo publicou hoje as novas tabelas de retenção na fonte a aplicar aos rendimentos de trabalho dependentes e de pensões em 2020. Isenções para quem ganha até 659 euros por mês. Contribuintes solteiros, sem filhos, que ganhem até 685 euros brutos vão descontar menos 412 euros por ano. Veja aqui as simulações.

Alguns mitos sobre o consumo de energia

As placas a gás são dos equipamentos menos eficientes a transmitir calor. Escolha o bico adequado ao tamanho de cada panela ou frigideira. Se a chama ultrapassar o fundo do recipiente, ainda desperdiça mais energia.
Comentários