Fisco investiga negócios do Benfica (com áudio)

Segundo o “CM”, o Ministério Público defende que o clube das águias foi lesado com estes negócios dos craques. Para o Ministério Público, o inflacionar das comissões serviu para fazer circular dinheiro para o antigo presidente. 

Lusa

O Benfica teve de entregar todos os elementos relativos à negociação de 19 atletas ao Ministério Público e Autoridade Tributária, avança o “Correio da Manhã”, notando que o pedido inicial, realizado dias após a prisão de Luís Filipe Vieira, investigava apenas 16 negócios. Os negócios dos atletas estão debaixo de olho do Fisco no âmbito da investigação Cartão Vermelho e envolvem o empresário Bruno Macedo.

Segundo o “CM”, o Ministério Público defende que o clube das águias foi lesado com estes negócios dos craques. Para o Ministério Público, o inflacionar das comissões serviu para fazer circular dinheiro para o antigo presidente.

Entre as contratações investigadas pelo Fisco e Ministério Público estão as de Darwin Núñez ao Almería, que custou 25,02 milhões de euros ao Benfica, sendo o valor mais caro pago por um clube português, Jonas e Jardel. O empresário Bruno Macedo também interveio nas contratações de Lucas Veríssimo, Morato, Everton e Darwin, Jonas e Jardel.

De acordo com o “CM”, só estes seis jogadores implicaram 3,5 milhões de euros em intermediações pela parte de Macedo, um custo suportado pelos encarnados.

Recomendadas

SL Benfica com plantel mais valioso é favorito a vencer Sporting CP na Luz, segundo apostadores portugueses

Ainda que o SL Benfica leve vantagem na avaliação total do plantel, o Sporting CP iguala o rival nas avaliações singulares, ou seja, os dois jogadores mais valiosos de cada plantel valem 25 milhões de euros: Pablo Sarabia (Sporting CP) e Rafa Silva (SL Benfica).

Renovar Camp Nou para atrair público mais jovem vai custar 1,5 mil milhões de euros

o novo complexo desportivo do FC Barcelona será uma mistura entre o modelo norte-americano, utilizado no estádio do Tottenham FC, mas adaptado à capacidade atual de Camp Nou, de forma a poder acolher várias competições, incluindo desportos mais seguidos nos EUA.

Saco azul do FC Porto utilizado para pagar contas a líder da claque (com áudio)

Fernando Madureira terá recebido dinheiro do empresário Pedro Pinho proveniente das luvas que seriam entregues ao presidente do clube, Jorge Nuno Pinto da Costa.
Comentários