Foi contactado pela “Eaglebettrade”? BdP alerta para entidades não habilitadas a exercer em Portugal

A par dos três nomes comerciais, o regulador alertou ainda para seis pessoas que estarão também a realizar atividades financeiras não autorizadas em nome próprio.

BdP

O Banco de Portugal alertou esta segunda-feira para três entidades e seis pessoas que estarão a atuar em Portugal sem estarem habilitadas a exercer, no país, a atividade de receção de depósitos ou de outros fundos reembolsáveis, bem como outras atividades financeiras supervisionadas pelo regulador.

“O Banco de Portugal adverte que as seguintes pessoas, atuando em seu próprio nome ou recorrendo à designação comercial «EAGLEBETTRADE», «EAGLEBITTRADE» e «IDIEAGLE», não se encontram habilitadas para exercer, em Portugal, a atividade de receção de depósitos ou de outros fundos reembolsáveis, ou qualquer outra atividade financeira reservada às instituições sujeitas à supervisão do Banco de Portugal”, afirmou o regulador em comunicado.

A par dos três nomes comerciais, o regulador alertou ainda para seis pessoas que estarão também a atuar em nome próprio. São elas: Edson Nunes Amaral Junior; Sandra Fernandes Ribeiral; Bruno Carlos Rafael de Tavares Pereira; Olga Alexandra Dias Ribeiro Ricardo; Edson Nunes Amaral; e Rodrigo Marcelo da Silva.

“A atividade de receção de depósitos ou de outros fundos reembolsáveis, prevista na alínea a) do n.º 1 do artigo 4º do Regime Geral das Instituições de Crédito e Sociedades Financeiras (aprovado pelo Decreto-Lei n.º 298/92, de 31 de dezembro), está reservada às entidades habilitadas a exercê-la, conforme o disposto no artigo 10.º daquele diploma, cuja lista pode ser consultada no site do Banco de Portugal na Internet“, acrescentou.

Recomendadas

FinTech provocaram a disrupção da cadeia de valor da banca

Parece consensual entre ‘experts’ que o futuro dos bancos passa por entrarem nas ‘apps’ do telemóvel e que as FinTech vão ser os seus parceiros da inovação tecnológica.

CGD baixa taxa mínima do spread para 1,23%. É o sexto banco a baixar custo do crédito à habitação

Em quatro meses, desde janeiro, seis bancos já reviram em baixa o spread mínimo cobrado aos clientes. O último a fazê-lo foi a CGD, depois do EuroBic, do BPI, do Crédito Agrícola, do Santander Totta e do Montepio.

Deutsche Bank envolvido em esquema de lavagem de dinheiro de 20 mil milhões de dólares sem saber

Ao que tudo indica, entre 2010 e 2014, criminosos russos com ligações ao Kremlin e com o FSB, o sucessor do antigo KGB, utilizaram a operação de lavagem de dinheiro, intitulada Global Laundromat, para colocar capital no sistema financeiro mundial.
Comentários