Um mundo em quarentena. O antes e depois da Covid-19

Pessoas em casa, estabelecimentos fechados, fábricas e escritórios encerrados, restrições de voos decretadas e o cenário de uma recessão económica mundial a ganhar forma. O olhar sobre um mundo em quarentena.

Não se antecipava que o surto do novo coronavírus assumisse as proporções que hoje sabemos. Existem mais de 450 mil infetados pelo mundo inteiro e 20 mil mortos registados um pouco por todo o mundo. A cidade de Wuhan, na China, deixou de ser o foco do vírus passando o testemunho para a fragilizada Itália que sozinha regista mais de 70 mil infetados e sete mil mortos.

Tendo em conta a rapidez que a propagação deste vírus assume, governos em todo o mundo decretaram quarentena. Cerca de um terço da população encontra-se em isolamento social à medida que os estabelecimentos não essenciais fecham, fábricas e escritórios encerram, restrições de voos são decretadas e o cenário de uma recessão económica mundial toma forma.

As imagens satélites da empresa Planet Labs mostram como foi abrupta e total a interrupção da atividade humana um pouco por todo o mundo.

Recomendadas

ASPL quer ser recebida pelo ministro da Educação. Docentes de grupos de risco é principal preocupação

Associação Sindical de Professores Licenciados reafirmou esta sexta-feira, 25 de setembro, o pedido de reunião urgente com Ministério da Educação para tratar das condições de trabalho nas escolas.

Espanha regista mais de 12 mil novas infeções e 114 mortes num dia por Covid-19

Madrid continua a ser a comunidade autónoma com o maior número de novas infeções, tendo registado mais 2.941 casos do que o número total notificado na quarta-feira.

Fenprof quer saber quais as escolas com casos de Covid-19 e o que está a ser feito

O maior sindicato de professores do país requereu ao Ministério da Educação informação sobre as escolas em que surgiram casos de contágio e as medidas tomadas para os evitar.
Comentários