Um mundo em quarentena. O antes e depois da Covid-19

Pessoas em casa, estabelecimentos fechados, fábricas e escritórios encerrados, restrições de voos decretadas e o cenário de uma recessão económica mundial a ganhar forma. O olhar sobre um mundo em quarentena.

Não se antecipava que o surto do novo coronavírus assumisse as proporções que hoje sabemos. Existem mais de 450 mil infetados pelo mundo inteiro e 20 mil mortos registados um pouco por todo o mundo. A cidade de Wuhan, na China, deixou de ser o foco do vírus passando o testemunho para a fragilizada Itália que sozinha regista mais de 70 mil infetados e sete mil mortos.

Tendo em conta a rapidez que a propagação deste vírus assume, governos em todo o mundo decretaram quarentena. Cerca de um terço da população encontra-se em isolamento social à medida que os estabelecimentos não essenciais fecham, fábricas e escritórios encerram, restrições de voos são decretadas e o cenário de uma recessão económica mundial toma forma.

As imagens satélites da empresa Planet Labs mostram como foi abrupta e total a interrupção da atividade humana um pouco por todo o mundo.

Recomendadas

BE acusa António Costa de dar milhões à Galp em vez da lição que prometeu

O deputado do BE Nelson Peralta acusou o primeiro-ministro de ter prometido uma “lição exemplar” à Galp e não a ter dado, estando sim a preparar-se para lhe dar milhões para descontaminar solos da refinaria de Matosinhos.

Professores e pessoal não docente do ensino superior podem fazer dose de reforço este fim de semana

Segundo a Direção-Geral da Saúde, a comunidade académica poderá deslocar-se este sábado e domingo aos Centros de Vacinação, para ser vacinada em modalidade de Casa Aberta com senha digital.

Portugal regista 33 mortos por Covid-19 nas últimas 24 horas e 1.733 internados

Segundo o boletim epidemiológico divulgado este sábado, 15 de janeiro, Portugal regista hoje mais 38.136 novos casos de infeções do que ontem.
Comentários