Frasquilho: “não houve conjugação de vontades entre mim e o Estado para continuar” (com áudio)

“Nunca esquecerei a opção tomada pelo Governo, em representação do Estado, de salvar a TAP, e estarei sempre grato aos contribuintes que, com os seus recursos, numa altura particularmente difícil do País, viabilizaram a sobrevivência da TAP, permitindo trabalhar em prol de um futuro que, tenho toda a confiança nisso, tem todas as condições para ser risonho”, Miguel Frasquilho em carta aos colaboradores.

Cristina Bernardo

Miguel Frasquilho, que vai deixar o cargo de chairman da TAP, sendo substituido por Manuel Beja no novo Conselho de Administração, afirmou esta quarta-feira que não se concretizou uma conjugação de vontades com o acionista Estado para continuar nas funções que desempenhou nos últimos quatro anos.

Em carta dirigida aos colaboradores da TAP, Frasquilho explicou que “para poder continuar nas funções que tenho vindo a desempenhar, seria necessária, como sempre disse quando questionado sobre o tema, uma conjugação de vontades entre mim próprio e o acionista Estado”.

“Essa conjugação de vontades não existiu. Assim, sendo, cessarei, na data acima referida, as minhas funções”, sublinhou.

Frasquilho adiantou que sai com a tranquilidade do dever cumprido, de ter sido sempre leal à TAP, ao Estado Português, como seu acionista de referência, e a Portugal.

“Nunca esquecerei a opção tomada pelo Governo, em representação do Estado, de salvar a TAP, e estarei sempre grato aos contribuintes que, com os seus recursos, numa altura particularmente difícil do País, viabilizaram a sobrevivência da TAP, permitindo trabalhar em prol de um futuro que, tenho toda a confiança nisso, tem todas as condições para ser risonho”, vincou.

João Weber Gameiro é o novo CFO da TAP. Manuel Beja substitui Miguel Frasquilho como ‘chairman’

Relacionadas

João Weber Gameiro é o novo CFO da TAP. Manuel Beja substitui Miguel Frasquilho como ‘chairman’

Além de Frasquilho, saem também os não-executivos Bernardo Trindade, António Gomes de Menezes e Fátima Castanheira Geada. Ramiro Sequeira deixa de ser CEO interino, regressando ao cargo de COO. Mantém-se no ‘board’ Alexandra Reis como Chief Corporate Officer, enquanto a espanhola Sílvia Mosquera entra como Chief Commercial Officer.

PremiumA gestora francesa que Pedro Nuno Santos quer nomear para CEO da TAP

Ex-CEO da falida companhia aérea britânica, Flybe, é a mais forte candidata ao cargo de CEO da TAP. Christine Ourmières-Widener deverá estar na lista nomes que será levada à AG da TAP, a 24 de junho.
Recomendadas

PCP diz que resultados da CDU são consequência de campanha anticomunista

O dirigente comunista João Oliveira considerou, esta segunda-feira, que os resultados eleitorais da CDU nas autárquicas são consequência de uma “prolongada e intensa campanha anticomunista” e da concentração da discussão em assuntos nacionais, em vez de locais.

Qual o balanço dos partidos sobre os resultados eleitorais?

Na generalidade, os líderes dos partidos com representação no Parlamento consideraram que alcançaram os objetivos a que se propuseram, embora também alguns representantes partidários tenham assumido que os resultados ficaram “aquém dos esperado”.

Madeira tem mais 14 casos positivos e dez recuperados de Covid-19

Dos novos casos positivos há um caso importado e com proveniência do Reino Unido, e 13 foram de transmissão local.
Comentários