Funchal aprova plano de prevenção contra riscos de gestão

O plano pretende vincar o compromisso com práticas de transparência, idoneidade, profissionalismo, que procuram imparcialidade e a isenção e a procura pelo serviço público, disse Miguel Gouveia, presidente da Câmara Municipal do Funchal.

A Câmara Municipal do Funchal aprovou um plano de prevenção contra riscos de gestão, que inclui um regime de incompatibilidades que garanta a imparcialidade dos funcionários da autarquia.

“O plano inclui a aplicação de um regime de incompatibilidades de não acumular funções que possam ferir ou possam vir a ter que ser licenciados ou aprovados pela Câmara, numa procura activa e um compromisso vincado de que os munícipes consigam fazer as seus projectos e necessidades de interacção com a Câmara, garantindo que a câmara tem imparcialidade, profissionalismo, isenção”, explicou Miguel Gouveia, presidente da Câmara Municipal do Funchal.

O plano de prevenção contra riscos de gestão foi aprovado por unanimidade pela vereação da autarquia do Funchal.

No âmbito desse plano será também criada uma bolsa de serviços especializados, que estará disponível a partir de segunda-feira, onde os agentes económicos se podem inscrever, caso queiram prestar serviços na cidade.

“O plano de prevenção contra riscos de gestão vinca o compromisso com práticas de transparência, idoneidade, profissionalismo, que procuram imparcialidade e a isenção e procura pelo serviço público”, reforçou Miguel Gouveia.

O autarca referiu que já estão abertas as inscrições para a aquisição de 4000 combustores, que se dirigem aqueles que por exemplo possuam um quintal ou hora com o intuito de evitar a criação de lixo indiferenciado adicional, uma medida que tem um gasto calculado em 437 mil euros e que conta com financiamento através do Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR).

As famílias com carências sócio-económico podem também adquirir 1180 conjuntos eco-pontos, cuja entrega começa em novembro.

Ler mais
Recomendadas

Funchal apresenta “argumentos fortes” a Boris Johnson

Presidente da Câmara escreveu a PM britânico a sublinhar que a Madeira tomou “todas as medidas necessárias” para garantir aos turistas “férias seguras”, enquanto desfrutam de “clima temperado”.

Lucro do PSD foi de 891 mil euros em 2019

O partido reduziu o passivo em 13%. “A situação de falência técnica foi ultrapassada e os fundos patrimoniais reforçados”, afirma o secretário-geral adjunto, Hugo Carneiro.

Presidente diz que controlo do vírus na Madeira foi “rápido e eficiente”

Marcelo Rebelo de Sousa está este fim de semana no Funchal a conhecer as plataformas para acompanhar, em tempo real, a evolução da doença nos lares e escolas. A visita surge depois de Câmara de Lobos ter sido alvo de uma cerca sanitária.
Comentários