Funchal: coligação PSD/CDS-PP promete obras de requalificação e melhoria do trânsito no Imaculado Coração de Maria

O candidato da coligação PSD/CDS-PP quer criar uma rotunda à frente do D. João, de modo a resolver “um persistente problema de distribuição” do tráfego automóvel, prometeu melhorar as acessibilidades pedonais, avançar com a coberta do espaço desportivo, criar um parque para as crianças, e uma zona onde se possa circular com os animais.

O líder da coligação PSD/CDS-PP à Câmara do Funchal, Pedro Calado, prometeu obras de requalificação e também resolver um “persistente problema” de distribuição do tráfego automóvel, na zona da Quinta Deão, durante contactos com a população e comerciantes do Imaculado Coração de Maria.

Pedro Calado, fez-se acompanhar de Pedro Araújo, candidato ao Imaculado Coração de Maria, onde referiu que pretende criar uma rotunda à frente do D. João, de modo a resolver “um persistente problema de distribuição” do tráfego automóvel, que tem sido “há muito detetado e reclamado pela população que se depara com dificuldades” para sair do estacionamento de acesso às suas moradias.

“Alguns moradores mostraram-nos um projeto que foi aprovado em reunião do atual executivo camarário em 2019 e da Assembleia Municipal, mas passados dois anos foi mais uma promessa que não foi concretizada. A população está insatisfeita e anseia que o projeto seja posto em prática”, referiu Pedro Calado.

O candidato do PSD/CDS-PP prometeu melhorar as acessibilidades pedonais, onde incluiu as acessibilidades para pessoas com mobilidade reduzida, e avançar com a cobertura do espaço desportivo.

“Queremos requalificar todo este espaço, quer para a atividade física quer para a atividade social, criar um parque para as crianças e uma zona onde se possa circular com os animais. Vamos também melhorar o piso e os balneários. São pequenas obras mas que queremos concretizar por ter grande alcance para a população”, considerou Pedro Calado.

Recomendadas

Funchal: Coligação Confiança garante construção de 202 novas habitações sociais

O cabeça de lista da Coligação Confiança referiu que gostaria que o Funchal também tivesse acesso às verbas do Plano de Recuperação e Resiliência, destinadas à construção de habitação social.

Madeira: PSD apresenta proposta na AR para alterar Estatuto dos Benefícios Fiscais para alargar admissibilidade de novas entidades no CINM até 2023

De acordo com este Estatuto as entidades licenciadas para operar na Zona Franca da Madeira são tributadas em IRC à taxa de 5%.

Saiba qual a ligação entre o pré-aviso e a prática comercial desleal dos Serviços Públicos Essenciais

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) afirma que nada inibe os comercializadores de enviarem aos seus clientes os respetivos pré-avisos, desde que seja respeitado o disposto na lei e em regulamento, designadamente a data a partir da qual pode ocorrer a interrupção.
Comentários