Funcionários do BBVA acusam banco de monitorizar e-mails e telemóveis

A informação surge na sequência do caso Villarejo que começou a ser julgado em 2017, mas só incluiu o BBVA em 2019

Os funcionários do Banco Bilbao Vizcaya (BBVA) acusam a instituição bancária de monitorizar os seus e mails e telemóveis, segundo o El Economista. A informação surge na sequência do caso Villarejo, um caso que remonta ao ano de 2017.

Em 2019, o BBVA começou a ser investigado pelo Supremo tribunal Espanhol, a Audiencia Nacional, por suborno, divulgação de informação privada e práticas comerciais corruptas. Os procuradores do caso suspeitavam que o banco espanhol tinha contratado os serviços da empresa Cenyt de José Villarejo para obter informações em relação à construtora espanhola Sacyr.

Através dos documentos analisados na investigação do Supremo Tribunal Espanhol foi possível concluir que o BBVA supervisionou as comunicações com o objectivo de averiguar se existiam funcionários a revelar informações à imprensa.

O banco negou que esta prática tivesse sido levada a cabo. “Esperamos obter mais dados para perceber o que aconteceu”, afirma o BBVA. No entanto os trabalhadores revelam “não estar surpreendidos por terem sido vigiados”.

O caso Villarejo remete para José Manuel Villarejo, um ex-comissário da polícia que está a ser investigado, desde 2017, por controlar, durante duas décadas, telefones e gravações secretas, bem como outras invasões de privacidade contra políticos, empresários, juízes e jornalistas.

Relacionadas

BBVA com lucros de 3.512 milhões em 2019 a caírem 35%

O Grupo BBVA reporto um lucro recorrente, sem extraordinários, de 4.830 milhões de euros em 2019 ( 2,7% mais que em 2018), naquele que é “o melhor resultado desde 2009”.

BBVA Portugal obrigado a reintegrar “imediatamente” seis trabalhadores despedidos há cinco anos

Seis trabalhadores do BBVA Portugal, demitidos em dezembro de 2014, vão ser reintegrados nos seus postos de trabalho no primeiro dia útil de 2020. Isto é, na quinta-feira, 2 de janeiro.
Recomendadas

Produção industrial em Itália cai 2,4% em fevereiro

Em termos homólogos, a produção industrial subiu em bens de capital (1,4%) e baixou a de bens de consumo (3%), a de bens intermédios (2,3%) e a de energia (0,6%).

Mais de 10 mil pessoas protegidas pelo seguro Covid-19 da Tranquilidade/Generali

O produto destina-se a empresas que pretendem proteger os trabalhadores, sobretudo as que continuam em atividade nos seus edifícios e o risco de infeção é superior. Lançado há 10 dias, foi desenvolvido em parceria com a AdvanceCare e garante um subsídio diário de 100 euros por cada dia de hospitalização por esta doença.

Executivo ultima propostas para apoiar os media, mas falta consenso no setor

Media vão receber apoios estatais para enfrentar crise gerada pela pandemia da Covid-19. Governo anuncia apoios “em breve”.
Comentários