Fundações e energéticas apoiam criação de ventilador pulmonar português

EDP, REN e fundações Calouste Gulbenkian e La Caixa/BPI vão auxiliar o desenvolvimento deste equipamento, que está a ser criado no centro CEiiA.

Já são conhecidas as quatro primeiras entidades a apoiar o protótipo de ventilador pulmonar que está a ser desenvolvido por engenheiros portugueses do centro CEiiA. As empresas EDP – Energias de Portugal e a REN – Redes Energéticas Nacionais e as fundações Calouste Gulbenkian e La Caixa/BPI vão dar a mão ao chamado projeto “Atena”, que pretende responder à emergência causada pela doença Covid-19.

O CEiiA, um dos maiores investidores em I&D do país, considera que este auxílio é decisivo para que os hospitais nacionais consigam ter, no próximo mês de maio, 100 unidades do modelo de ventilador mecânico invasivo. O equipamento está a ser desenvolvido por engenheiros, intensivistas, pneumologistas, anestesistas e internistas de unidades hospitalares públicos e privadas do norte e sul, em parceria com a Escola de Medicina da Universidade do Minho. A missão é salvar a vida de quem entra em falência respiratória aguda.

“Temos consciência de que se trata de uma meta ambiciosa mas temos um desafio maior pela frente, o valor da vida, e para isso é necessário que existam nos hospitais os ventiladores necessários para que não seja necessário fazer escolhas em função da idade”, afirma José Rui Felizardo, CEO do CEiiA.

A comunidade médica exige que a ferramenta seja de fácil, segura e intuitiva utilização, e movimentação, bem como simples de limpar e descontaminar. Em termos técnicos, deve garantir o seu funcionamento contínuo sem falhas por um período mínimo de 15 dias, 24 horas por dia, e ser compatível com outros componentes médicos, segundo a informação divulgada pelo centro localizado em Matosinhos.

“Estão a fazer um esforço ativo para nos ajudarem a enfrentar esta pandemia. E estão a demonstrar que ainda bem que investimos na formação e no desenvolvimento tecnológico e científico porque nestes momentos críticos essa capacidade e esse conhecimento têm múltiplas aplicações”, disse recentemente o primeiro-ministro, António Costa, aquando de uma visita a este centro de engenharia e excelência.

Recomendadas

‘Caso EDP’: empresa confirma que já foi notificada pelo DCIAP para ser constituída arguida

Em comunicado, a energética portuguesa afirmou que “em linha com as notícias divulgadas na imprensa portuguesa no final do dia de ontem, a EDP foi hoje notificada pelo DCIAP de que deverá, nos próximos dias, designar um legal representante que compareça no DCIAP, a fim de ser constituída arguida”.

Nova companhia aérea de Neeleman deverá iniciar voos em 2021

A Breeze Airways, fundada por David Neeleman, cuja saída da TAP foi anunciada recentemente, deverá iniciar os voos em 2021, um lançamento que foi adiado pela pandemia de Covid-19, avançou hoje a Bloomberg.

Salários da CGD aumentaram em 2019 com início de pagamento de bónus

Os salários da administração da CGD cresceram para 3,6 milhões de euros no ano passado, um aumento de 22,5% justificado com o início de um programa de pagamento de remunerações variáveis, que já estava previsto, revelou o banco.
Comentários