Futuro da Europa vai estar em debate na segunda-feira

Ana Gomes, Isabel Meireles, Pedro Madeira Froufe e Daniela Guimarães vão debater o futuro do projeto europeu, dado o atual momento de incerteza.

O futuro da União Europeia vai estar em discussão no webinar que a Antas da Cunha ECIJA e o Jornal Económico vão transmitir na próxima segunda-feira, 25 de maio. A transmissão terá lugar a partir das 15h00, na plataforma multimédia JE TV, através das redes sociais e do site do Jornal Económico.

A antiga eurodeputada socialista (e provável candidata presidencial) Ana Gomes estará entre os oradores deste evento, juntamente com Isabel Meireles (deputada do PSD), Pedro Madeira Froufe (diretor do Centro de Estudos em Direito da União Europeia – CEDU) e Daniela Guimarães (advogada responsável pelo Departamento de Direito Europeu da Antas da Cunha ECIJA). A abertura do evento estará a cargo de Fernando Antas da Cunha, managing partner do escritório, com o encerramento a caber ao sócio Nuno Vieira da Silva. A moderação do painel de debate estará a cargo de Filipe Alves, diretor do Jornal Económico.

Em debate neste webinar, que terá a duração aproximada de uma hora, estarão temas como a resposta da União Europeia à pandemia de Covid-19 e aos seus efeitos económicos, as novas tendências do direito comunitário, a ascensão de sistemas autocráticos no seio da própria União e outros desafios que o projeto europeu tem pela frente.

A organização de conferências e outros eventos, presenciais ou online, sobre temas fortes da atualidade, é uma das áreas de atividade do Jornal Económico. Saiba mais neste endereço.

Recomendadas

PremiumAna Gomes: “Fundo de Recuperação é a oportunidade para a União Europeia se reinventar”

Webinar organizado pela Antas da Cunha ECIJA e pelo JE debateu as tensões internas na Europa que travam a integração. Decisão do Tribunal Constitucional alemão centrou as atenções do painel.

Procura-se política fiscal

Porque não ampliar transitoriamente a isenção de IRC para perdões de dívida e dações em pagamento, previstas no CIRE, a operações de reestruturação de dívida fora desse quadro processual, insuficientemente ágil e formal?

CCA escolhe mais um parceiro tecnológico: “Esperamos que gerem elevados ganhos de eficiência”

Jorge Machado, ‘managing director’ da sociedade, explica que “uma das plataformas tem a capacidade de aprender com as rotinas de trabalho do advogado” e, depois, de lhe sugerir “o que fazer com base nessa autoaprendizagem”.
Comentários