Galp Energia e BCP puxam pela bolsa de Lisboa

O PSI-20 abriu as negociações desta terça-feira em terreno positivo, com uma subida de 0,14% para os 4.402,81 pontos. “O dólar australiano e o dólar neozelandês são as principais moedas em movimento, enquanto o iene japonês e dólar norte-americano estão mais lentos”, refere Miguel Ciobanu, analista da XTB.

A bolsa de Lisboa abriu a sessão desta terça-feira em terreno positivo, com o principal índice nacional a subir 0,14% para os 4.402,81 pontos. O PSI-20 manteve-se, assim, no ‘verde’, depois de um arranque da semana marcado igualmente pelo otimismo.

Entre as cotadas que mais impulsionam o índice está o BCP, que cerca de 20 minutos depois da abertura do mercado subia 1,64%, para 0,11 euros, e a Galp Energia, que avançava 1,33%, para 9,46 euros. Ainda assim, a liderar os ganhos estão os CTT – Correios de Portugal (+3,35%, para 2,77 euros) e a Mota-Engil (+2,81%, para 1,31 euros).

Segundo um diploma publicado ontem em Diário da República, o Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social foi autorizado a comprar serviços de emissão de vale postal junto dos CTT, podendo pagar 10.424.026 de euros por serviços postais para pagamento de prestações familiares, diferidas e sociais até 2023.

A REN – Redes Energéticas Nacionais sobe depois de ter informado que o Norges Bank passou a deter, direta e indiretamente, uma posição qualificada de 2,04% na empresa, correspondente a 13.607.355 ações. Ainda neste setor, destaque para a o negócio de 426 milhões de euros no qual a EDP Renováveis (+0,14%, para 14,02 euros) está envolvida: a venda da sua participação num portefólio eólico onshore à Finerge.

No retalho, sobressai a Sonae, com uma subida de 1,17%, para 0,61 euros. Já os títulos da Jerónimo Martins somam 0,89%, para 14,21 euros, na sequência de a dona do Pingo Doce ter informado a Lusa de que iria “impugnar judicialmente” a multa, de 26 milhões de euros, que foi aplicada à sua cadeia de supermercados polaca, Biedronka.

Em relação ao mercado petrolífero, o preço do ‘ouro negro’ está a subir ligeiramente. O valor do WTI, produzido no Texas, ganha 1,12% para 45,38 dólares por barril, enquanto a cotação do barril de Brent está a valorizar 0,87% para 45,38 dólares.

Quanto ao mercado cambial, o euro valoriza 0,04% face ao dólar, para 1,1740 dólares, e a libra avança 0,06% face à moeda dos Estados Unidos, para 1,3077 dólares. “O dólar australiano e o dólar neozelandês são as principais moedas em movimento, enquanto o iene japonês e dólar norte-americano estão mais lentos. Os metais preciosos recuam com a prata a conduzir para baixo”, refere Miguel Ciobanu, analista da XTB, em research.

Recomendadas

Bolsa de Lisboa fecha a destoar da Europa penalizada pelo grupo EDP

A subida de 1,56%, para 13 cêntimos, do BCP não foi suficiente para amparar o índice PSI-20. EDP Renováveis caiu 0,64% apesar de ter fechado um contrato de aquisição de energia em Espanha, que prevê o fornecimento de 127,5 MW durante 15 anos à Procter and Gamble.

Wall Street abre mista apesar da subida nas vendas a retalho norte-americanas

A bolsa de Nova Iorque abriu a sessão desta quinta-feira sem tendência definida. Os pedidos de subsídio de desemprego nos Estados Unidos aumentaram ligeiramente na semana passada e as vendas a retalho subiram 0,7% em agosto face a julho.

Bolsa portuguesa segue no ‘vermelho’ em sentido contrário das congéneres europeias

Entre as principais praças europeias, o alemão DAX ganha 0,50%, o francês CAC 40 sobe 1,03%, o espanhol IBEX 35 valoriza 0,87% e o britânico FTSE 100 aumenta 0,46%.
Comentários