PremiumGESBA aposta em investigação e centro de acondicionamento

Nova infraestrutura vai aumentar capacidade de processamento para 120 toneladas por dia. Assegurar qualidade e a segurança alimentar são fatores essenciais para levar a banana da Madeira a outros mercados, diz o diretor-geral da GESBA.

A Empresa de Gestão do Setor da Banana (GESBA) vai alocar 11,5 milhões de euros para um novo Centro de Acondicionamento da Banana, que vai ficar localizado no Funchal, e ainda num Centro de Investigação e Experimentação da Banana, projetos que terão 50% de financiamento vindo de fundos comunitários. O objetivo é uma maior, melhor, e mais eficiente capacidade de processamento da produção que valorize o produto.

Com o novo Centro de Acondicionamento a GESBA vai ter a capacidade de processamento de cerca de 120 toneladas/dia, dando resposta ao aumento da área agrícola produtiva que se tem vindo a verificar no setor, havendo ainda a possibilidade de implementar certificações a nível da qualidade e segurança alimentar.

“Só conseguimos chegar aos mercados se tivermos um produto de qualidade e de características diferenciadas, uma boa capacidade de processamento e logística, e obviamente adequadas e modernas infraestruturas”, explica o diretor-geral da GESBA, Jorge Dias, sobre as mais-valias que o Centro de Acondicionamento da Banana poderá trazer no que toca às exportações.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumNuno da Silva Vieira defende que “advogados têm de acompanhar os clientes no mundo virtual”

Nuno da Silva Vieira, sócio da Antas da Cunha Ecija e coordenador executivo do programa executivo de Blockchain e Smart Contracts da Nova, é o convidado do Falar Direito que será transmitido na segunda-feira, em vídeo e podcast.

PremiumSiza Vieira apela a fusão de candidaturas a apoio do PRR para empresas

Vontade de evitar sobreposições será critério para definir quantos dos 64 consórcios pré-qualificados às Agendas Mobilizadoras e Agendas Verdes para a Inovação Empresarial assinarão contratos em 2022.

PremiumDielmar liquidada este mês com novo processo de venda na mira

Sindicato dos trabalhadores do sector espera reabertura da empresa e recontratação de parte dos 242 trabalhadores no desemprego após novo processo de venda por proposta em carta fechada ou leilão.
Comentários