Google e SpaceX juntas em parceria para lançar internet via satélite

A SpaceX instalará estações terrestres nos centros de dados em nuvem da Google em todo o mundo de forma a garantir a conectividade aos seus satélites ‘Starlink’ e começar a fornecer o serviço de rede rápida de internet para os clientes de cloud corporativa da Google no segundo semestre de 2021.

A Google anunciou uma parceria com a SpaceX para lançar o ambicioso serviço de internet via satélite de Elon Musk, o ‘Starlink’, com a infraestrutura de nuvem (cloud) da Google. A aliança entre as duas empresas representa uma grande vitória para a Google na sua competição com outros gigantes da tecnologia, como a Amazon e a Microsoft, para dominar o mercado de computação em nuvem em rápido crescimento, avança a “Reuters”.

A SpaceX instalará estações terrestres nos centros de dados em nuvem da Google em todo o mundo de forma a garantir a conectividade aos seus satélites ‘Starlink’ e começar a fornecer o serviço de rede rápida de internet para os clientes de cloud corporativa da Google no segundo semestre de 2021, disse a Google num comunicado enviado à imprensa.

O primeiro terminal será instalado no centro de dados da Google em New Albany, Ohio, disse um porta-voz da SpaceX ao portal “The Verge”, acrescentando que mais detalhes sobre a parceria serão revelados ao longo dos próximos meses.

“Estamos muito satisfeitos com a parceria com a SpaceX para garantir que as organizações com créditos na indústria tenham acesso contínuo, seguro e rápido às aplicações e serviços essenciais de que precisam para manter as suas equipas em pleno funcionamento”, disse Urs Hölzle, vice-presidente sénior de infraestrutura da Google Cloud.

Embora a parceria não seja exclusiva – a Microsoft anunciou planos em outubro de conectar a rede da SpaceX ao seu serviço de nuvem ‘Azure’ – que deverá ajudar a Google a acompanhar a Amazon e o seu projeto ‘Kuiper’, cujo objetivo é lançar mais de três mil satélites de banda larga em órbita para fornecer conexões de internet para cerca de 95% do planeta.

O acordo SpaceX-Google envolve o fornecimento de acesso à internet “para empresas, organizações do sector público e muitos outros grupos que operam em todo o mundo”, disse o presidente da SpaceX, Gwynne Shotwell, em comunicado. “Combinar a banda larga de alta velocidade e baixa latência do Starlink com a infraestrutura e os recursos da Google fornece às organizações globais a conexão rápida e segura que as organizações modernas esperam.”

Esta não é a primeira colaboração da Google com a SpaceX. A gigante tecnológica investiu 900 milhões de dólares (741 milhões de euros) na SpaceX em 2015 para financiar o desenvolvimento dos seus satélites e outras tecnologias.

Recomendadas

Administração da Altice reúne-se com sindicatos a 22 de junho para esclarecer futuro da empresa

Sindicatos querem conhecer o plano da empresa para os trabalhadores, bem como as notícias que dão conta da saída da Altice de Portugal. Mas, segundo o STPT, o foco será esclarecer um “plano organizacional integrado” cujos contornos as estruturas sindicais dizem desconhecer.

Fusões e aquisições de empresas em Portugal movimentaram mais de 3 mil milhões até maio

Apesar de em 60% das transações os valores não terem sido revelados, os números representam uma diminuição de 10% no total de transações e uma queda de 53% no capital mobilizado.

PremiumEuro2020 pode ser pontapé para relançar mercado publicitário das marcas

Cobertura mediática será maior do que em 2016, mas é pouco provável que se traduza em recordes de audiências, dizem especialistas. Ainda assim, as marcas deverão aproveitar a oportunidade.
Comentários