Governo avança com obras e concursos para a modernização da linha da Beira Alta

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, vai presidir à cerimónia de consignação das obras no troço ferroviário entre a Guarda e Cerveira. Os últimos dados divulgados apontavam para um montante de 700 milhões de euros necessários para a modernização total da linha da Beira Alta.

Cristina Bernardo

O Governo, através do ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, vai esta manhã, dia 26 de julho, pelas 10h20m, liderar diversas cerimónias de lançamento de obras e de concursos para a modernização da linha ferroviária da Beira Alta.

Segundo informação prestada pela IP – Infraestruturas de Portugal, cujo presidente, António Laranjo, também estará presente nestas cerimónias, proceder-se-á à consignação da obra ferroviária no troço entre a Guarda e Cerveira, na referida linha da Beira Alta.

Neste evento, que decorrerá na estação ferroviária da Guarda, será também assinalado o lançamento do concurso público para a empreitada de modernização do troço Pampilhosa – Santa Comba Dão, que inclui a construção da ligação ferroviária entre a linha do Norte e a linha da Beira Alta, denominada Concordância da Mealhada.

Recomendadas

PremiumFornecedores ganham margem negocial sobre grandes superfícies

Diploma impede distribuição de tirar de forma unilateral dinheiro de contas-correntes com fornecedores. “Era uma prática aberrante”, diz a Centromarca.

Lesados do BES. António Costa “disse que acabou. Não há mais dinheiro”

Uma organizadora do movimento dos emigrantes lesados do BES em França contou hoje à Lusa que o primeiro-ministro, António Costa, lhe disse que não haveria mais dinheiro para além do que já foi acordado.

Trabalhadores da General Motors em greve a partir de segunda-feira

O sindicato United Auto Workers (UAW), o maior do setor automóvel, marcou hoje uma greve que abrange os cerca de 48 mil trabalhadores do gigante norte-americano General Motors (GM) na primeira paralisação em 12 anos.
Comentários