Governo da Venezuela agradece mediação da Noruega e confirma diálogo com oposição em Oslo

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, agradeceu a disponibilidade da Noruega em mediar o diálogo entre o Governo e a oposição e assegurou a ida de uma delegação a Oslo na próxima semana.

AFP/Getty Images | Nicolas Maduro

“Agradeço ao Governo norueguês os esforços para avançar nos diálogos para a paz e estabilidade na Venezuela. A nossa delegação parte para Oslo com a disposição de trabalhar na agenda acordada e avançar na construção de bons acordos”, escreveu o chefe de Estado na rede social twitter.

No sábado, a Noruega anunciou que representantes do Governo de Nicolas Maduro e da oposição venezuelana regressam na próxima semana a Oslo, no âmbito da mediação norueguesa para encontrar uma solução para a crise no país sul-americano.

O ministro da Comunicação e Informação venezuelano, Jorge Rodriguez, vai chefiar a delegação do Governo venezuelano, representado também pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Jorge Arreaza, e o governador do estado de Miranda, Hector Rodriguez.

“Uma boa delegação que carrega a voz da Venezuela”, declarou Maduro.

As declarações de Maduro surgem depois de o líder da oposição, Juan Guaidó, reconhecido como Presidente interino por mais de 50 países, incluindo Portugal, ter anunciado que aceitou o convite para um novo diálogo com o Governo chavista.

“Recebemos um convite da Noruega e quero dizer-vos: vamos aceitá-lo”, afirmou o líder do parlamento e autopraclamado Presidente interino, num comício na cidade de Carora, no oeste da Venezuela.

A delegação da oposição é composta pelo segundo vice-presidente do parlamento, Stalin González, o ex-deputado Gerardo Blyde e o antigo ministro dos Transportes e Comunicações Fernando Martinez Mottola (1992-1993).

A Noruega, país anfitrião do Nobel da Paz, tem uma longa tradição de mediação, tendo acolhido, por exemplo, a negociação dos acordos de paz israelo-palestinianos.

A crise política na Venezuela agravou-se a 23 de janeiro, quando Juan Guaidó, líder do parlamento, jurou assumir as funções de Presidente interino e prometeu formar um Governo de transição e organizar eleições livres.

Ler mais
Recomendadas

Londres deixa de participar na maior parte das reuniões da União Europeia a 1 de setembro

“Muitas das discussões nestas reuniões com a UE têm a ver com a União depois da saída do Reino Unido. Libertar os representantes dessas reuniões permite que eles concentrem melhor os seus talentos nas prioridades nacionais imediatas”, afirmou Steve Barclay.

“O ideal era que todos saíssem vivos, mas preferimos salvar os reféns”, diz governador do Rio de Janeiro após sequestro

Wilson Witzel parabenizou o trabalho do BOPE e lamentou a morte do sequestrador. Aos jornalistas, o governador do Rio de Janeiro apelou para que “este tipo de atrocidade” não se volte a repetir e anunciou que a família do criminoso terá acompanhamento.

Nave espacial indiana chega à órbita lunar

A nave foi lançada a partir da base de descolagem Sriharikota, no sudeste indiano, a 22 de julho, uma semana depois da primeira tentativa de lançamento ter tido problemas técnicos e adiado.
Comentários