Governo disponibiliza 1,2 milhões de euros para conservação da natureza e da biodiversidade

Do montante, um milhão serão destinados a projetos de combate às espécies invasoras exóticas aquáticas e ripícolas e 200 mil euros destinam-se a intervenções para o controlo da erva-das-pampas em Portugal Continental.  

No âmbito do programa de “Conservação da Natureza e da Biodiversidade”, o Governo anunciou que vai distribuir 1,2 milhões de euros.

De acordo com o comunicado divulgado esta quinta-feira pelo Ministério do Ambiente e Ação Climática (MAAC), do montante um milhão serão destinados a projetos de combate às espécies invasoras exóticas aquáticas e ripícolas e 200 mil euros destinam-se a intervenções para o controlo da erva-das-pampas em Portugal Continental.

No total, foram apresentadas 16 candidaturas e 14 foram admitidas, embora uma não vá receber financiamento uma vez que se esgotou a dotação máxima do aviso, explica o MAAC que frisa que o objetivo do programa é “de apoiar projetos de controlo, contenção ou erradicação de espécies exóticas invasoras aquáticas (fauna e flora) e ripícolas (flora), à escala da bacia, sub-bacia hidrográfica ou massa de água, são as metas.

Entre os beneficiários surgem os nomes da Agência Portuguesa do Ambiente, o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, as autoridades regionais de conservação da natureza, as comunidades intermunicipais, os municípios, as instituições de ensino superior, os centros de investigação e outras entidades públicas.

Quanto aos beneficiários que concorreram no âmbito das intervenções para controlo da erva-das-pampas, 12 das 14 candidaturas apresentadas poderão ser financiadas com uma taxa máxima de cofinanciamento de 85% e limite de 20 mil euros por projeto.

Entre os beneficiários o MAAC informa que foram admitidas entidades como comunidades intermunicipais, municípios, instituições de Ensino Superior, centros de investigação e outras instituições públicas.

Recomendadas

Rainha de Inglaterra irritada com muitas opiniões e pouca ação contra alterações climáticas

A Rainha de Inglaterra é a última figura da monarquia britânica a abordar o tema, sendo que os príncipes Carlos e William já tinham falado sobre as problemáticas ambientais.

Lisboa inundada ou Porto em chamas. Veja como as alterações climáticas podem alterar a sua rua e cidade

Inundações, incêndios ou poluição do ar, veja como as alterações climáticas podem impactar a sua rua ou cidade.

Já vai poder rastrear equipamentos elétricos e eletrónicos em fim de vida

Hoje é o Dia Internacional dos Resíduos Elétricos. A medida prevê a colocação de dispositivos de localização nalguns equipamentos elétricos e eletrónicos que chegam ao seu fim de vida, sendo esses resíduos reencaminhados para os diversos circuitos que existem atualmente para a sua recolha e monitorizada a sua gestão.
Comentários