PremiumGoverno ‘esquece-se’ de aprovar contas da CP desde 2015

Desde 2014 que o Governo de António Costa optou por não aprovar as contas da transportadora ferroviária nacional, seja pela tutela das Finanças, seja pela tutela do Planeamento e das Infraestruturas.

É algo inédito na história do setor empresarial do Estado em Portugal. A CP, transportadora ferroviária nacional, de capital 100% público, está há quatro anos sem aprovação das respetivas contas por parte do Governo de António Costa. Desde que está em funções, este Executivo, designado ‘geringonça’ devido ao acordo de incidência parlamentar com o PCP, o PEV – Partido Ecologista ‘Os Verdes’ e Bloco de Esquerda, nunca deu ‘luz verde’ às contas apresentadas pela transportadora ferroviária nacional, fosse no tempo de Manuel Queiró, fosse no mandato do atual presidente da CP, Carlos Gomes Nogueira. Até ao fecho desta edição, foi impossível obter algum esclarecimento sobre esta matéria junto do Ministério do Planeamento e das Infraestruturas, liderado por Pedro Nuno Santos.

A falta de aprovação das contas por parte do atual governo socialista é dupla, ou seja, contou com a omissão a esse respeito por parte da tutela setorial, representada pelo Ministério do Planeamento e das Infraestruturas – liderado até há cerca de dois meses por Pedro Marques, entretanto substituído por Pedro Nuno Santos -, assim como com a ausência de opinião e de decisão em consonância da responsabilidade da tutela do Ministério das Finanças, liderado por Mário Centeno.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

CDS quer actualização do Plano de Contingência para controlo da Xylella fastidiosa

Os deputados do CDS-PP Patrícia Fonseca, Ilda Araújo Novo e Hélder Amaral querem saber se está já em curso alguma actualização ao Plano de Contingência para controlo da Xylella fastidiosa e seus vectores, elaborado em 2016, e se não, para quando está pensada essa actualização. E enviaram a pergunta ao ao ministro da Agricultura, Florestas […]

Crise dos Combustíveis. CAP aconselha agricultores a “constituírem reservas e tomar medidas de prevenção”

Afinal a crise dos combustíveis não chegou ao fim. Sem conseguir um acordo com a Antram — Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias, o Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) anunciou uma greve “cirúrgica” ao trabalho suplementar, feriados e fins-de-semana, entre 7 e 22 de Setembro. Por isso a CAP — […]

SIC e RTP1 foram os canais que mais peças emitiram sobre as eleições europeias

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social concluiu que o canal do grupo Impresa divulgou 189 peças com a presença de candidaturas às eleições para o Parlamento Europeu, que representam menos de 3% do tempo total de noticiários analisados.
Comentários