Governo muda lei para facilitar uso de drones pelas forças de segurança

Os pedidos de vigilância com recurso a drones, sobretudo em contexto urbano, têm obtido com frequência pareceres negativos da Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD).

O Governo vai mudar de lei com o intuito de facilitar o uso de drones e de câmaras portáteis pelas forças de segurança, avança o Jornal de Notícias. A mesma publicação diz que o recurso a estas ferramentas, cada vez mais acessíveis à população em geral, está muito limitado às autoridades policiais.

O JN acrescenta que os pedidos de vigilância com recurso a drones, sobretudo em contexto urbano, têm obtido com frequência pareceres negativos da Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD).

A mesma publicação sublinha que apenas em situação excepcionais, como por exemplo controlo de fronteiras ou o cerco sanitário a ovar, ou a vigilância da floresta, teve parecer positiva pela CNPD. Contudo por norma o registo de imagens está proibido, CNPD alega que lei não prevê essa possibilidade.

Recomendadas

Incêndios: Proteção Civil faz aviso à população para risco máximo na quinta e sexta-feira

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) lançou esta quarta-feira um aviso à população sobre o risco muito elevado de incêndios nos próximos dois dias, recordando que é proibido estar em espaços florestais.

OMS desaconselha reabertura de escolas em países com elevado contágio

A reabertura de escolas em países com elevado contágio pelo novo coronavírus “vai piorar a situação” associada à pandemia da Covid-19, avisou esta quarta-feira o responsável pelo programa de Emergências Sanitárias da Organização Mundial de Saúde (OMS), Michael Ryan.

Portugal disponível para enviar 42 operacionais para o Líbano

Portugal manifestou esta quarta-feira disponibilidade para enviar 42 operacionais de uma força conjunta para o Líbano, para prestar auxílio às autoridades locais na sequência das duas explosões que abalaram Beirute na terça-feira.
Comentários