Governo participa nas vindimas da Bairrada

Secretário de Estado da Agricultura vai visitar hoje as instalações e as vinhas das Caves do Solar de São Domingos e das Caves Messias.

Benoit Tessier/Reuters

O secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, Nuno Russo, vai participar hoje, dia 14 de setembro, nas vindimas que estão a decorrer na região vitivinícola da Bairrada.

Pelas 14h30m, o governante irá participar na vindima que está a decorrer nas vinhas das Caves do Solar de São Domingos, em São Lourenço do Bairro, Anadia.

Cerca de uma hora depois, Nuno Russo irá visitar as instalações das Caves Messias, na Mealhada.

Para as 16h30m, está previsto que o secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural vai presidir à cerimónia de entrega de prémios do concurso da Confraria dos Enófilos da Bairrada, que terá lugar no auditório da Estação Vitivinícola/auditório do Museu do Vinho da Bairrada, na Anadia.

Recomendadas

Vindimas 2020: Na Península de Setúbal, uma campanha desafiante com bons vinhos na adega

Amanhã, prosseguiremos esta viagem pelas vindimas de 2020 com os testemunhos dos produtores do Douro, desde a centenária Real Companhia Velha até à Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, pertencente à Amorim Family Estates, do Grupo Amorim, passando por casas como a Quinta do Crasto, Colinas do Douro, Parceiros na Criação, Quinta dos Murças (da Herdade do Esporão), A & D Wines, Wine & Soul e Maçanita Irmãos & Enólogos.

Vindimas 2020: No Alentejo, produção em alta, qualidade superior em perspetiva

Hoje, é a vez dos testemunhos dos produtores vitivinícolas do Alentejo, uma das regiões com maiores perspetivas de crescimento de produção face a 2019. Amanhã, será dada voz aos produtores da Península de Setúbal.

Maria do Céu Antunes vai ao Luxemburgo para participar no Conselho Europeu de Agricultura e Pescas

A PAC – Política Agrícola Comum representa 34,5% do total do orçamento europeu do presente ano, de cerca de 58,12 mil milhões de euros, ou seja, vai absorver em 2020 mais de 20 mil milhões de euros.
Comentários