Governo pondera pagar mais para médicos serem exclusivos do SNS

“Está a ser constituído um grupo de estudo para esse tema e para os modelos remuneratórios dos profissionais de saúde”, afirmou a ministra da Saúde.

O Governo está a trabalhar para que exista novamente uma dedicação exclusiva dos médicos nas unidades hospitalares públicas, revelou ao jornal “Público” a ministra da Saúde. Em entrevista, Marta Temido refere que se trata de “uma proposta” e “uma linha desenvolvimento” no programa do atual Executivo e Lei de Bases da Saúde.

“O primeiro aspeto é a definição daquilo que é o quando da Lei de Bases da Saúde ainda em discussão. O segundo é a necessidade de avaliação de como é que essa opção iria ser feita, e nós estamos a trabalhar nisso. Está a ser constituído um grupo de estudo para esse tema e para os modelos remuneratórios dos profissionais de saúde”, indicou a governante.

Em declarações a este diário, a ministra da Saúde salientou ainda a importância de melhorar a produtividade e admite que não sabe quantas legislaturas são necessárias para “reerger” o Serviço Nacional de Saúde. “O contexto é adverso de onde quer que olhemos para ele”, defende.

Em relação às Parcerias Público-Privadas (PPP), Marta Temido acredita que se deve caminhar para o não-alargamento das mesmas, amas “deixar abertura” para casos “excecionais” e “temporários”.

Recomendadas

Lesados do BES. António Costa “disse que acabou. Não há mais dinheiro”

Uma organizadora do movimento dos emigrantes lesados do BES em França contou hoje à Lusa que o primeiro-ministro, António Costa, lhe disse que não haveria mais dinheiro para além do que já foi acordado.

Presidente da República defende que Serviço Nacional de Saúde merece “constante aposta”

O Presidente da República disse hoje que o Serviço Nacional de Saúde, que nasceu há 40 anos e que representa uma das conquistas do 25 de Abril, “merece constante aposta em objetivos, orgânicas e meios de atuação”.

Rádios juntam-se para transmitir em direto e simultâneo dois debates eleitorais

O primeiro debate, marcado as 10h00 do dia 18 de setembro terá transmissão em direto e em simultâneo na TSF, Antena 1 e Renascença e participarão o António Costa, Rui Rio, Catarina Marins, Assunção Cristas, Jerónimo de Sousa e André Silva. No dia 23, o frente a frente será apenas entre os candidatos do PS e do PSD.
Comentários