Governo pondera usar semáforos para identificar zonas de maior risco de transmissão

O secretário de Estado da Saúde assume que a ideia passará por dividir Portugal por cores verde, amarelo e vermelho, consoante o risco de contágio for mais baixo ou mais alto. Sobre o uso de máscara na rua, Lacerda Sales admitiu que possa vir a ser obrigatório, se a epidemia piorar: “Tudo é uma possibilidade na indefinição de uma pandemia”, afirmou.

António Lacerda Sales, secretário de Estado da Saúde | António Cotrim/Pool/Lusa

O Governo está a ponderar utilizar um sistema de semáforos para identificar as zonas de maior risco de transmissão do coronavírus em Portugal. A ideia foi partilhada por António Lacerda Sales na quarta-feira à noite em entrevista à “SIC Notícias”.

Este sistema recorde-se já foi usado ao longo do verão no acesso às praias nacionais. Agora, o secretário de Estado da Saúde assume que está em estudo a ideia de dividir Portugal com base nos mapas municipais de infeções, utilizando as cores verde, amarelo e vermelho, consoante o risco de contágio for mais baixo ou mais alto.

Lacerda Sales revelou ainda que não serão encerradas as regiões com um maior número de infeções por Covid-19, à semelhança do que acontece por exemplo em Madrid, Espanha.

Nesta entrevista, o secretário de Estado da Saúde abordou também a possibilidade do uso obrigatório de máscara na rua. A decisão irá depender da evolução epidemiológica, tal como para eventuais confinamentos locais. “Não está preconizado neste momento, mas não consigo vaticinar aquilo que será a evolução epidemiológica. Tudo é uma possibilidade na incerteza, na indefinição de uma pandemia”, referiu.

Os últimos dados revelam que Portugal registou mais 802 casos de Covid-19, num total de 70.465 casos confirmados da Covid-19. O número de vítimas mortais do novo coronavírus no país aumentou para 1.928, tendo sidas registadas três vítimas mortais nas últimas 24 horas.

Recomendadas

França vai gastar 15 mil milhões de euros com medidas de contenção para conter novo coronavírus

“Vamos reforçar todos os dispositivos de ajuda”, afirmou o governante, especificando que seis mil milhões respeitam a fundos de solidariedade, sete mil milhões para desemprego parcial (o designado ‘lay-off’), mais de mil milhões para exonerações de contribuições sociais e outro tanto para assumir custos de empresas com alugueres.

“Não desistimos de nenhuma batalha antes de acabar”. PCP apresenta propostas de alteração ao OE 2021

Entre as medidas apresentadas, no campo da justiça fiscal, João Oliveira anunciou que os comunistas pretendem a “atualização dos escalões IRS, o aumento de mais um escalão neste imposto aumentando a progressividade do mesmo, bem como o aumento dos chamados valores do mínimo de existência e dedução especifica, permitindo cumprir o objetivo de redução da tributação dos rendimentos mais baixos, intermédios”.

Espanha com máximo diário de 23.580 novos casos de Covid-19

As autoridades sanitárias também contabilizaram mais 173 mortes atribuídas à covid-19, passando o total de óbitos para 35.639. Deram entrada nos hospitais com a doença nas últimas 24 horas 2.349 pessoas, das quais 443 na Catalunha, o mesmo número na Andaluzia, e 330 em Madrid.
Comentários