Governo vai instalar laboratório de combate a efeitos das alterações climáticas em Elvas

Trata-se de encontrar soluções “para uma agricultura sustentável, mais amiga do ambiente e mais capaz de responder aos desafios”, explicou o ministro da Agricultura, Capoulas Santos,

O Governo, em parceria com instituições científicas, empresas e associações agrícolas, vai instalar, em Elvas, distrito de Portalegre, um laboratório corporativo que visa desenvolver soluções para uma agricultura capaz de responder a desafios provocados pelas alterações climáticas.

“A iniciativa envolve vários parceiros como […] um conjunto de instituições do mundo científico, empresarial e associativo agrícola que vão, em conjunto, cooperar. O espaço físico é na estação nacional de melhoramento de plantas, [em Elvas], onde vão ser investidos 2,4 milhões de euros em termos de equipamento e melhoramento de instalações, a que se associará a contratação de um conjunto de cientistas”, afirmou o ministro da Agricultura, Capoulas Santos, em declarações à Lusa.

A iniciativa é da responsabilidade do Ministério da Ciência, sendo o Ministério da Agricultura um dos parceiros envolvidos no projeto.

De acordo com o governante, o objetivo da instalação deste laboratório passa por juntar todos os intervenientes para que “sejam equacionados problemas e, a partir dessa equação, lançados projetos que deem resposta a cada um deles”.

Trata-se de encontrar soluções “para uma agricultura sustentável, mais amiga do ambiente e mais capaz de responder aos desafios”, explicou.

Por outro lado, esta iniciativa vai contribuir para a “fixação de quadros de elevada competência” no interior.

“Nós estamos confrontados com uma realidade incontornável que são as alterações climáticas, cujas consequências começam a ser percecionadas e para as quais a ciência tem que encontrar respostas”, notou Capoulas Santos.

Nesse sentido, é necessário “encontrar variedades de plantas que consumam menos água, que sejam mais resilientes às doenças […] e encontrar instrumentos que nos permitam combater pragas e doenças sem ser pelas formas convencionais, pela utilização de pesticidas e agroquímicos”, defendeu.

O responsável pela pasta da Agricultura assegurou ainda que o laboratório está “numa fase avançada” e que está agora em construção a agenda de investigação, no âmbito da qual serão contratados os cientistas.

“Gostaria de demonstrar o meu apreço por todos aqueles que trabalham na estação de melhoramento de Elvas e por todos os agricultores que têm, ao longo dos anos, contribuído para que vamos paulatinamente encontrando soluções que nos permitam responder aos grandes desafios com que o setor agrícola se defronta e que têm permitido que a agricultura portuguesa seja hoje o setor que cresce acima do resto da economia”, concluiu.

Ler mais
Recomendadas

Tetra Pak investiu 80 milhões de euros em embalagens sustentáveis

Desde 2012, a empresa investiu 17 milhões de euros em infraestruturas de reciclagem. Os responsáveis da empresa recordam ainda que as embalagens da Tetra Pak reduzem até 51% as emissões de carbono em todo o seu ciclo de vida.

Relatório da ONU coloca Portugal entre os 30 países mais sustentáveis do mundo

Com 76,4 pontos de um máximo de 100, Portugal encontra-se entre os 30 países mais sustentáveis do mundo, segundo o relatório, que avalia o desempenho de 162 países nos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) adotados na Agenda 2030.

Portugal vai ter Centro de Competências sobre alterações climáticas no setor agroflorestal

Este novo centro de competências ficará instalado na Estação Nacional de Melhoramento de Plantas, em Elvas, Alto Alentejo,
Comentários