GP de Portugal: 14 casos de Covid-19 em equipas de Fórmula 1

Os elementos infetados são todos estrangeiros e todos pertencem a equipas que disputaram o Grande Prémio de Fórmula 1 em Portimão no passado fim-de-semana.

Existem 14 pessoas infetadas com Covid-19 entre os elementos de equipas da Fórmula 1 que estiveram presentes no Autódromo Internacional do Algarve no passado fim de semana, de acordo com informação foi avançada esta sexta-feira numa conferência regional da Proteção Civil, citada pela “TVI24”.

De acordo com a estação de Queluz, os elementos infetados são todos estrangeiros e todos pertencem a equipas que disputaram o Grande Prémio de Fórmula 1 em Portimão no passado fim-de-semana.

Contactado pelo JE, o Autódromo Internacional do Algarve esclarece que, no âmbito do protocolo determinado pela FIA, Federação Internacional de Automobilismo, para o Grande Prémio de F1 2020, foram efetuados cerca de 4.700 testes ao longo do evento em Portugal. Destes 4700 testes realizados, que tiveram início a 17 de outubro, foram “detetados 14 casos positivos, todos assintomáticos e que foram colocados desde logo em isolamento, cumprimento as normas e indicações da Direção Geral de Saúde”.

“Para além destes, todos os elementos da organização da F1 e das equipas que pudessem ter estado em contacto com algum dos elementos indicados foram também colocados de imediato em isolamento profilático, de forma a evitar o contacto ou propagação do vírus durante o grande prémio de F1 em Portimão. No dia 1 de novembro, serão repetidos novamente os testes a todos os que se encontram em isolamento”, explica fonte do Autódromo Internacional do Algarve.

Explica o Autódromo Internacional do Algarve que, esde o dia 1 de Outubro, toda a equipa do Autódromo realiza testes regularmente, voltando a realizar esta semana, após o evento e mantendo-se até à data sem nenhum caso positivo a registar.

A diretora-geral de Saúde descarta a possibilidade de que o evento de Grande Prémio de Fórmula 1, que decorreu no passado fim de semana, no Algarve, resulte num aumento de novos casos confirmados por Covid-19, assegurando que as medidas recomendadas pela Direção-Geral de Saúde (DGS) foram, na sua grande maioria, cumpridas.

“Maioria das bancadas cumpria as regras, apenas duas não cumpriam e por isso alteramos as regras dessas bancadas ao transferir as pessoas para outro setor”, explicou, Graça Freitas, esta segunda-feira durante a conferência de imprensa diária da DGS. “Na maior parte dos casos as pessoas estavam distanciadas e usavam máscara”, assegurou.

(atualizada a 1 de novembro)

Ler mais
Recomendadas

“Jogadores de futebol funcionam como um canal de media”, diz CEO da Horizm

Pedro Fernandes Mestriner considera que existemcada vez mais empresas que “utilizam a tecnologia e a inteligência artificial para criar esta relação entre jogadores e adeptos”.

Lebron James renova com os LA Lakers e vai ganhar 70 milhões em duas épocas

Lebron James é uma das grandes figuras do basquetebol mundial, estatuto que saiu reforçado depois de voltar a conquistar o título na temporada passada pelos LA Lakers. Caso cumpra a extensão do contrato agora assinada, cumprirá 20 anos de carreira na NBA.

“Estamos empenhados para que todos os adeptos possam vir ao Mundial”, diz secretário geral do Qatar 2022

Hassan Al-Thawadi mostra-se confiante de que todas as soluções serão encontradas para combater a Covid-19 e assim ter adeptos nos estádios durante a competição.
Comentários