Grécia reabre a voos do Reino Unido mas exige teste negativo

A Grécia vai reabrir os seus aeroportos a voos do Reino Unido a partir de quarta-feira, mas exigirá aos passageiros a apresentação de um teste negativo ao novo coronavírus realizado até três dias antes.

Segundo o porta-voz do Governo grego, Stelios Petsas, ao Reino Unido seguir-se-á a Suécia, a 22 de julho, e, no final do mês, os Estados Unidos, todos na condição da apresentação de testes à covid-19.

A Grécia retomou as ligações aéreas com 29 países a 15 de junho, lista que alargou a mais 46 países a 01 de julho, mas não impôs nesses casos a apresentação de testes pelos passageiros, prevendo apenas fazer testes aleatórios.

Esta condição foi também imposta por Atenas na única fronteira terrestre que reabriu, a de Promachonas, na fronteira com a Bulgária.

O porta-voz disse que haverá um controlo da autenticidade dos testes e que estão previstas sanções para eventuais falsificações.

O executivo grego, liderado pelo conservador Kyriakos Mitsotakis, visa com estas medidas controlar o aumento de casos de infeção pelo SARS-CoV-2 no país, sem restringir o turismo, o grande motor da economia da Grécia, responsável por mais de 20% do Produto Interno Bruto (PIB).

Nas últimas semanas, o país regista um número médio diário de cerca de 30 novos casos, face a menos de uma dezena antes de 01 de julho, destacando-se nos novos contágios casos que não estão relacionados com outros infetados.

Desde o início da pandemia, a Grécia regista 3.803 casos de infeção e 193 mortes associadas à covid-19.

O Reino Unido é o país europeu mais afetado pelo novo coronavírus, com 44.819 mortos em mais de 289 mil casos, mas é também um dos principais mercados da indústria turística grega.

A Suécia, por seu lado, regista 74.898 casos e 5.526, uma incidência bastante superior à de outros países europeus com população semelhante.

Os Estados Unidos são o país do mundo com mais mortos (135.205) e mais casos de infeção confirmados (mais de 3,3 milhões).

Desde que foi identificado o primeiro caso de infeção pelo novo coronavírus, em dezembro na China, a pandemia de covid-19 já infetou quase 13 milhões de pessoas em todo o mundo.

Ler mais
Recomendadas

Lucros do Grupo Crédito Agrícola caem 33% no primeiro semestre para 50 milhões de euros

As imparidades constituídas de 391 milhões de euros penalizaram o resultado líquido consolidado do Crédito Agrícola no primeiro semestre de 2020.

Regulador aprova alteração de marca da EDP Distribuição para E-REDES

Em comunicado, o regulador refere que a alteração da imagem e denominação da gestora das redes de distribuição de energia “será implementada de forma gradual, por forma a assegurar a neutralidade de custos para os consumidores de eletricidade”.

Agência Espacial Europeia vai apoiar startups com um incentivo de 50 mil euros

Para além dos incentivos financeiros, as startups selecionadas também vão receber apoio técnico e empresarial, com o objetivo de ajudar no desenvolvimento dos seus negócios.
Comentários