Greve de veterinários e de trabalhadores da inspeção sanitária com adesão de 50%

Os trabalhadores reivindicam a criação da carreira especial de inspetor sanitário. Foi, agendada uma reunião com o secretário de Estado da Agricultura e Alimentação.

A greve dos veterinários e inspetores sanitários da Direção-Geral da Alimentação e Veterinária (DGAV) registou uma adesão de 50%, provocando constrangimentos nos matadouros, avançou este sábado, à agência Lusa, o Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Norte (STFPSN).

A paralisação, que começou na terça-feira e termina hoje, “teve uma adesão de perto de 50%” e afetou vários matadouros no país que, nalguns casos, “pararam totalmente” e noutros funcionaram “a meio gás”, disse a delegada sindical Graça Martins.

“Muitas equipas de inspeção viram-se reduzidas e houve matadouros que laboraram com apenas um inspetor quando normalmente estão cinco ou seis pessoas”, acrescentou a sindicalista.

Graça Martins contou que, num dos principais matadouros de suínos, situado no Norte do país, foram abatidos, num dos dias, cerca de 800 porcos para exportação no Brasil, um processo que requer “uma inspeção muito rigorosa”, com apenas um veterinário.

Apesar das dificuldades devido à greve, “a DGAV continuou a dar autorização para que a laboração prosseguisse”, afirmou a delegada sindical, que acusou ainda a direção-geral de “notificar os trabalhadores em plena greve para cumprirem, não os serviços mínimos, mas serviços máximos”.

Os trabalhadores estão em greve para reivindicar a criação da carreira especial de inspetor sanitário e, segundo Graça Martins, já foi, entretanto, agendada uma reunião com o secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira.Matadouros

Ler mais
Recomendadas

Comprimidos para sexo no topo de medicamentos apreendidos em Portugal

Dos oito medicamentos mais apreendidos em Portugal, sete deles são para o tratamento da disfunção erétil enquanto o outro serve para estimular o desejo sexual e a libido, sendo que todos estes produtos são fármacos ilegais por não terem autorização para o mercado português, avança o Jornal de Notícias.

Baixas para assistência aos filhos vão ser pagas a 100%

Em entrevista ao jornal “Público”, a ministra do Trabalho e da Segurança Social afirma que o Governo vai criar condições para os “jovens terem filhos mais cedo”. Todas as famílias com um segundo ou mais filhos até três anos de idade terão direito a um cheque para apoio da creche.

Reutilização de recursos em queda. Economia mundial é apenas 8,6% circular

A quantidade total de recursos que entra na economia global aumentou 8,4% em apenas dois anos. De acordo com o novo relatório da organização Circle Economy, que será apresentado em Davos, o consumo mundial de novos recursos traduz-se em 100 mil milhões de toneladas, um novo máximo histórico.
Comentários