PremiumGrupo de investigação de ‘governance’ lança novo livro

O Governance Lab, coordenado pelo advogado Paulo Câmara, vai apresentar a obra “Acionistas e Governação das Sociedades”.

O grupo de investigação Governance Lab vai apresentar na próxima terça-feira, 29 de outubro, a sua 11ª obra dedicada ao governo das sociedades anónimas e ao debate em torno da posição ocupada pelos acionistas nas empresas. Intitulado “Acionistas e Governação das Sociedades”, o livro tem 20 autores e surge “numa altura de viragem” sobre os direitos e deveres das estruturas acionistas.

“Temos sempre a convicção de que nunca atingimos o fim da história, de que podemos modificar e melhorar as práticas e as regras de governance. Este ano sentimos que é uma altura de viragem em várias matérias. Havia muito a primazia de servir o acionista e os seus interesses, mas está a notar-se um ressurgimento das teses defensoras de um maior equilíbrio entre os interesses dos acionistas e dos outros stakeholders”, explica ao Jornal Económico (JE) o advogado Paulo Câmara, coordenador do grupo.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Martim Menezes é novo sócio da Abreu

Advogado saiu da CCA para reforçar Contencioso e Comercial do escritório liderado por Duarte d’Athayde.

PremiumOptimal prevê mais operações após negócio da Frulact

Sociedade detida por José Maria Ricciardi, Jorge Tomé e Paulo Tenente assessorou o fundo Ardian na compra da Frulact. ‘Managing partner’ está otimista quanto à atividade em 2020 nas fusões e aquisições, e não só.

Mazars com crescimento de 10,4% do volume de negócios

Em Portugal, a Mazars registou um desempenho positivo em 2018/2019. No horizonte 2020 perspetiva-se que a conjugação do crescimento orgânico com operações de crescimento externo permita um crescimento a dois dígitos, acrescenta a empresa internacional de auditoria e consultoria.
Comentários