Grupo DPD Portugal vai investir 25 milhões de euros em novo centro logístico em Lisboa

O novo centro de distribuição do grupo francês vai estar operacional a partir de 2021.

Cristina Bernardo

O Grupo DPD Portugal, operador de correio expresso, resultante da fusão entre a Chronopost e a Seur, concretizada hoje, dia 9 de setembro, vai investir cerca de 25 milhões de euros num novo centro de triagem e distribuição de encomendas na área da Grande Lisboa.

O anúncio foi feito há minutos por Olivier Establet, CEO da DPD Portugal, na conferência de imprensa para o anúncio da conclusão do processo de fusão entre a Chronopost e a Seur.

“Este será o maior centro de distribuição de encomendas de correio expresso em Portugal”, assegurou Olivier Establet.

O novo centro de triagem e distribuição de encomendas estará operacional a partir de 2021, e será construído de raiz com a tecnologia mais avançada, em local que ainda não foi revelado.

Com a fusão hoje concretizada entre a Chronopost e a Seur, que deixam de existir no nosso país, Olivier Establet prevê que a DPD Portugal chegue ao final deste ano com um total de 22,5 milhões de encomendas distribuídas, um volume de faturação na ordem dos 77 milhões de euros e cerca de 1.400 profissionais exclusivos e a tempo inteiro.

Nos últimos meses, a DPD Portugal investiu no nosso país cerca de oito milhões de euros na recuperação de infraestruturas em Évora, Faro, Guarda, Coimbra e na Margem sul.

Ler mais
Relacionadas

Chronopost avança para Alentejo e Algarve com investimento de 3,5 milhões de euros

“A Chronopost tem registado um aumento significativo no volume de encomendas no Alentejo e Algarve. Este investimento tem como finalidade continuar a manter um serviço de excelência para os nossos clientes e criar todas as condições para lidar com o crescimento”, afirma Olivier Establet, diretor-executivo da empresa de transportes domésticos.

CEO da Chronopost Portugal vai gerir atividade do grupo na América Latina

“O objetivo é continuar o excelente trabalho realizado nesta área geográfica, coordenando o desenvolvimento de novos projetos da GeoPost na América Latina”, destaca Olivier Establet.
Recomendadas

IKEA vai investir em novas lojas em Portugal: margem sul do Tejo, Cascais e Sintra

A multinacional sueca pretende abrir lojas de pequena dimensão em Sintra, Cascais e a sul de Lisboa, assim como centros de encomendas, de planeamento e de levantamento.

Sonae quer abrir até 60 lojas Continente Bom Dia até 2021

Para apostar na abertura de novas lojas, a Sonae prevê um investimento acumulado entre 260 a 280 milhões de euros, sendo que para a manutenção da atual rede de hiper e supermercados e outros espaços lojistas o grupo poderá empregar cumulativamente até aproximadamente 445 milhões de euros nos próximos dois anos.

Sonae MC concluiu ‘sale and lease back’ de imóveis e ganhou 10,9 milhões

Esta operação totalizou 24,4 milhões de euros e gerou um ganho de capital estimado de 10,9 milhões de euros, refere a Sonae que adianta que “o nível de detenção de ativos de retalho (freehold) da Sonae MC passou a situar-se em 43%”.
Comentários